NOTÍCIAS
05/05/2016 17:02 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Acesso a tratamento para problemas mentais é negado para quase 25% dos jovens e crianças no Reino Unido

H. Armstrong Roberts/ClassicStock via Getty Images

Quase 25% de todas as crianças e jovens encaminhados para um especialista em saúde mental no Reino Unido estão sendo recusados, segundo um chocante relatório divulgado no início de abril.

O centro de pesquisas britânico CentreForum revelou que, assim como os cerca de 23% de pacientes que estão sendo recusados, alguns chegam a enfrentar uma espera de dois anos e meio para conseguir acesso a tratamentos.

Em vez de priorizar a intervenção precoce, muitos pacientes foram informados que seus desequilíbrios não eram graves o suficiente e, por isso, o tratamento foi recusado.

Cerca de um a cada dez jovens, com idades de 5 a 16 anos, apresenta algum tipo de problema mental no Reino Unido — o equivalente a três em cada sala de aula.

O relatório, cujo objetivo é proporcionar um quadro dos serviços de saúde mental para jovens, também revela a maneira chocante pela qual pessoas com sérias doenças são tratadas.