ENTRETENIMENTO
13/04/2016 21:55 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02

Ringo Starr cancela show na Carolina do Norte em oposição à lei que discrimina pessoas LGBT

Chris Pizzello/AP
Ringo Starr poses upon arriving at

Depois de Bruce Springsteen, chegou a vez do ex-beatle Ringo Starr se posicionar contra a lei que discrimina cidadãos LGBT da Carolina do Norte, sul dos Estados Unidos.

Nesta quarta-feira (13), o músico inglês de 75 anos anunciou no Facebook o cancelamento do show que ele faria no anfiteatro Koka Booth, na cidade de Cary, em 18 de junho deste ano.

A lei contra a qual Starr protesta é a House Bill 2, também conhecida como HB2 ou "lei do banheiro". Controversa, ela desprotege pessoas transgêneras do direito de escolher o banheiro público que querem usar e também impede qualquer portaria estadual de proteger os direitos dos LGBT. A HB2 foi aprovada pelo governador republicano Pat McCrory em março.

"Sinto muito por desapontar meus fãs da área, mas nós precisamos nos posicionar contra esse ódio", disse. "Espalhem paz e amor."

"Como eles se sentem tristes por esse grupo de pessoas não poder se defender. O amor é tudo que você precisa", afirmou, em referência à icônica música dos Beatles.

A Human Rights Campaign, uma das maiores instituições pró-direitos LGBT dos EUA, agradeceu Starr pela atitude:

Jeff Merkley, senador democrata do Oregon, também agradeceu o músico. "Com uma ajudinha de nossos amigos. Obrigado, Ringo!", escreveu, em referência à música dos Beatles With a Little Help from My Friends: