NOTÍCIAS
29/03/2016 17:34 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Marina detona PMDB: 'Sócio desse governo, foi igualmente responsável por esta crise'

Vagner Campos/ PSB

Fundadora da Rede Sustentabilidade, a ex-ministra Marina Silva criticou a decisão do PMDB de romper com o governo da presidente Dilma Rousseff nesta terça-feira (29).

Marina ressaltou que o partido não deu nenhuma satisfação à sociedade nem pediu desculpas "por ter sido igualmente responsável por tudo o que levou à situação atual, nenhuma autocrítica, nenhuma proposta".

Em três minutos, apenas três minutos, e por unanimidade dos diretórios presentes, o PMDB abandonou o governo do qual foi...

Publicado por Marina Silva em Terça, 29 de março de 2016

Marina tem se posicionado contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff que tramita no Congresso Nacional.

Ela, porém, defende o afastamento da chapa de Dilma e do vice Michel Temer por meio do processo que corre no Tribunal Superior Eleitoral. A campanha da chapa é suspeita de ter sido abastecida com recursos desviados da Petrobras.

Na Câmara, o impeachment é sustentado no suposto crime de responsabilidade pela prática das pedaladas fiscais, uma manobra contábil que atrasou repasse a bancos públicos e as instituições tiveram que financiar do próprio cofre programas sociais.

O governo argumenta que a conta com as instituições financeiras foi paga no mesmo ano fiscal e, por isso, não houve crime. A manobra também foi usada em governos anteriores.

LEIA TAMBÉM:

- Acabou, governo! PMDB avisa que todos os ministros devem deixar Esplanada

- Dono da cassação mais longa da história, Cunha nega manobras

- 'Impeachment não é golpe', diz ministro Barroso, do STF

- Peemedebista Henrique Eduardo Alves pede demissão do Ministério do Turismo