NOTÍCIAS
24/03/2016 21:27 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Olimpíadas do Rio: Conheça Safwan Khalil e Carmen Marton, o glamuroso casal do Taekwondo australiano

Ryan Pierse via Getty Images
SYDNEY, AUSTRALIA - MAY 16: Carmen Marton and Safwan Khalil, engaged Australian Olympic Taekwondo Team members, pose during the Athlete Farewell Appeal Dinner for the 2012 Australian Olympic Team at the Sydney Convention & Exhibition Centre on May 16, 2012 in Sydney, Australia. (Photo by Ryan Pierse/Getty Images)

Este é o melhor “Taekwon-duo” da Austrália. Ou seja, nosso melhor duo de Taekwondo. OK esqueçamos um pouco os trocadilhos. Estes são Safwan Khalil e Carmen Marton. E eles são absurdamente incríveis. Carmen e Safwan estão noivos. Mas existem desafios mais importantes agora, como as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.

O casal faz parte do forte time de quatro que representará a Austrália nas Olimpíadas do Rio. O terceiro integrante é a irmã de Carmen, Caroline Marton. O quarto é um grande amigo deles, Hayder Shkara. Este é um time que não vai se destruído como os nadadores em London.

Dos quatro, Carmen Marton é provavelmente nossa melhor esperança para uma medalha no Rio. Com 29 anos ela já ganhou o Campeonato mundial de 2013 na divisão de peso leve. Nenhum outro australiano fez isso antes. Essa vai ser sua terceira Olimpíada. Safwan vai para sua segunda Olimpíada e também é considerado esperança genuína para a medalha.

Mas é bem mais do que sua proficiência na arte marcial coreana que une este taekwon-duo (gostamos dessa palavra). Os dois, Safwan e Carmen, são filhos de refugiados. Eles nos contaram sobre a jornada de seus pais na Austrália, e muito mais, quando conversamos no anúncio oficial do time no início do mês.

Esses cartões de embarque gigantes fizeram com que eles embarquem em um REALMENTE ENORME AVIÃO, presumimos.

Ant: OK, nós perguntamos a todos os esportistas o mesmo. Quem ganharia uma briga entre um canguru e um emu?

Safwan: Um canguru porque ele tem músculos e é bem explosivo.

Carmen: Eu diria um canguru também, especialmente um chamado Bruce, ou algo assim, que tenha realmente todos esses músculos peitorais. É, por isso mesmo eu voto nos cangurus com todos esses músculos. [Nota do Editor: na verdade ele é chamado de Roger.]

Safwan: O que os emus fazem?

Carmen: Eles podem arrancar os olhos, persegui-los.

Ant: É, existe muita coisa que os emus podem fazer.

Safwan: Dá para ver minha ignorância nesse assunto.

Ant: Não, isso não é ignorância. Eu nunca digo às pessoas que chutam outras na cabeça para ganhar a vida que eles são ignorantes. Então eis minha próxima pergunta. Em 25 palavras ou menos, o que realmente é o taekwondo? Eu vi Lauren Burns ganhar uma medalha de ouro em Sidney 2000 e ainda não sei o que é.

Carmen: É um esporte de contato total que se parece esgrima com os pés. É um esporte de pontuação onde você ganha mais pontos ao chutar alguém na cabeça do que não tórax. O esporte realmente evoluiu. É tudo eletrônico agora com escudos eletrônicos e protetores de cabeça eletrônicos.

Ant: Então existe menos discussão sobre a pontuação nos dias de hoje.

Carmen: Isso. Eles querem ser tão objetivos quanto for possível. E existem três rodadas por dois minutos e a pessoa que tiver maior pontuação é quem ganha no final.

Safwan: É um esporte bem técnico, rápido, explosivo, dinâmico. Você pode bloquear o seu oponente ou batê-los em pontos.

Ant: Você já se arrependeu por ter machucado ou nocauteado alguém?

Safwan: Sim.

Carmen: Sim.

Ant: Vocês são tão legais, e agora o que vamos fazer com vocês dois?

Safwan: [Risada sem graça]

Carmen: [Risada sem graça]

Você acredita nas perguntas ridículas que este cara está fazendo?

Ant: Se você pratica judô, você é chamado de judoca que é uma excelente palavra cruzada. Se você pratica taekwondo, você é o quê? Um taekwondoca?

Safwan: Puxa, boa pergunta.

Carmen: Eu sei que algumas pessoas dizem “taekwondoa”, mas nós usamos apenas lutadores.

Ant: Então vocês são lutadores e não amantes.

Safwan: [Silêncio sem graça]

Carmen: [Silêncio sem graça]

Ant: Bem, você dois são realmente, não são?

Carmen: Somos.

Ant: Onde foi que vocês se conheceram?

Safwan: Nós nos conhecemos e conversamos pela primeira vez em 2002 no campeonato mundial júnior na Grécia. Nós fomos e competimos juntos. Nós éramos apenas jovens crianças e saímos juntos na Grécia, sabe? E desde então nós nos vimos bastante em acampamentos de treinamento e esse tipo de coisa.

Ant: E Safwan, você gostou da Carmen imediatamente?

Safwan: Não. Na época eu tinha 16 e eu não estava atrás de meninas. Eu acordei para isso um pouco tarde.

Ant: Carmen, o que você achou desse ‘garoto lindo’?

Carmen: Nós éramos só amigos no início, mas estávamos bem interessados no esporte. Não queríamos ter namorados ou namoradas. Tratava-se apenas de competir, sair do país. Esse era o nosso foco. Não existem muitos adolescentes que podem fazer isso. Assim, era tudo o que nós queríamos.

Safwan: Mas eu não vou mentir. Quando chegamos aos 18 ou 19 anos eu comecei a gostar dela e ela não... ela não estava nem um pouco interessada em mim.

Ant: Então, quando foi que você começou a sentir mais atraída por este charmoso rapaz, Carmen?

Carmen: Acho que talvez uns anos mais tarde. Eu sempre tive um lugar especial para o Safwan porque ele era engraçado e charmoso e a gente se dava muito bem. É natural começar a ver qualidades diferentes em alguém a medida que você vai ficando mais velho, mais maduro.

Eu acho que foi quando eu fui para o exterior, para a Polônia e eu estava treinando com o time nacional polonês e eu não sabia se voltaria para a Austrália. Estar tão longe da minha família e das pessoas que mais amava me fizeram na verdade querer estar próximo delas novamente, e uma dessas pessoas foi o Safwan. E eu voltei para a Austrália e claro, é aí quando as coisas começaram a ficar mais sérias...

Eba. As perguntas esquisitas acabaram!

Ant: Você tem descendência polonesa, certo?

Carmen: Sim, meus pais são da Polônia e vieram para a Austrália como refugiados após a segunda guerra mundial. Eles conseguiram viajar pelo país somente para eventos culturais ou esportivos. Eles faziam parte da dança tradicional polonesa e eles tiveram um concerto na Alemanha. Eles escaparam da Alemanha como refugiados e conseguiram vistos para a Austrália.

Ant: Qual é sua origem, Safwan?

Safwan: Os meus pais são do Líbano. Em 86, cerca de oito meses depois de nascer, nós fugimos do país por causa da guerra lá. Nós estamos aqui desde 1986.

Ant: Vocês dois são bem ágeis e magros. É normal para um lutador de taekwondo ser assim?

Safwan: Definitivamente evoluiu e é a forma do corpo do taekwondo agora. A pontuação eletrônica realmente faz uma grande diferença, você encontra muitas pessoas mais altas nas divisões. A altura certamente dá uma vantagem, especialmente com o alvo que é na cabeça.

Ant: Quem é a pessoa mais durona em casa? Quem ganha os argumentos em coisas domésticas financeiras e na cozinha entre outras coisas que os casais costumam discutir?

Carmen: Eu ganho já que eu sou mais esperta, por isso eu sempre consigo fazer jogadas mais espertas.

Safwan: Ela ganha, pois ela diz que ela sempre ganha

Bom, pessoal, vou dizer apenas que ficou em empate.

Ant: OK, vamos deixar aí e os dois vão dar um jeito nisso. Obrigada por falar com o Huffington Post Austrália.

Safwan: Obrigado, Ant.

Carmen: Obrigada.

(Tradução: Simone Palma)

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost AU e traduzido do inglês.