NOTÍCIAS
22/03/2016 07:22 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

URGENTE: Atentados em aeroporto e estação de metrô deixam mortos e feridos na Bélgica

Francois Lenoir/Reuters

Pelo menos três explosões deixaram uma rastro de mortos e feridos em Bruxelas, na Bélgica, nesta terça-feira (22). Duas explosões foram registradas no Aeroporto Internacional de Zaventem, e uma terceira foi noticiada pelas autoridades na estação de metrô Maalbeek.

O Ministério da Saúde da Bélgica confirmou que 11 pessoas morreram e 81 se feriram nos ataques no aeroporto. Segundo testemunhas, dois dispositivos explodiram perto da área do check-in da companhia aérea American Airlines. “Ocorreram duas explosões na sala de embarque e uma equipe de primeiros socorros já está no local”, afirmou Anke Fransen, porta-voz do aeroporto.

As duas primeiras explosões em Zaventem por volta das 8h (4h de Brasília) foram registradas em vídeos já divulgados nas redes sociais pela imprensa internacional. É possível ver muita correria e pânico nas imagens. As autoridades deram início ao plano de evacuação do aeroporto e pediram que o local fosse evitado. Dezenas de feridos foram retirados em macas no que a emissora pública belga VRT chamou de 'ataque suicida'.

Explosões no aeroporto de Bruxelas

Veja as primeiras imagens da explosão no aeroporto de #Bruxelas. Saiba mais detalhes - http://sptnkne.ws/aSXK

Publicado por Sputnik Brasil em Terça, 22 de março de 2016
Brussels airport

Departures hall at #Zaventem airport in #Brussels following the blasts. Continuing coverage: http://bbc.in/21ENlj8

Publicado por BBC News em Terça, 22 de março de 2016

O aeroporto está fechado para pousos e decolagens até novo aviso.

Já o sistema de transporte foi paralisado após a explosão em Maalbeek, estação de metrô que fica próxima às sedes de várias representações da União Europeia (UE). A autoridade belga que administra o sistema de transportes públicos, a STIB, informou por volta das 6h (de Brasília) que todos os ônibus e bondes da cidades também pararam de circular.

De acordo com o órgão responsável pelo metrô da Bélgica, pelo menos 15 pessoas morreram no ataque e 55 ficaram feridas, dez em estado grave.

People Flee After Explosions at Brussels Metro Station

Video shows people fleeing and people crying after explosion rocks Brussels metro station, killing at least 15. abcn.ws/1Pokd8v

Publicado por ABC News em Terça, 22 de março de 2016

De acordo com a vice-presidente da comissão da UE, Kristalina Georgieva, todas as instituições da entidade estão em ‘alerta laranja’ e todos os compromissos da UE foram cancelados. Já as autoridades belgas decretaram 'alerta vermelho', o máximo na escala de mobilização contra o terrorismo.

A suspeita inicial é de que os ataques possam estar relacionados com a prisão de Salah Abdeslam, ocorrida no dia 18 de março. Ele é acusado de envolvimento nos ataques terroristas em Paris, que deixaram 130 mortos e mais de 200 feridos em novembro do ano passado, e estava foragido da Justiça.

Diante dos ataques na Bélgica, autoridades de Alemanha, França e Inglaterra reforçaram a segurança em pontos públicos e em suas fronteiras, segundo a imprensa internacional.

Reunião de emergência na França

O presidente da França, François Hollande, realizou nesta terça-feira uma reunião de emergência com o primeiro-ministro do país, Manuel Valls, e o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, após as explosões ocorridas no aeroporto e em uma estação de metrô de Bruxelas, capital da Bélgica.

A reunião em Paris, confirmada por um assessor presidencial, veio após alertas de autoridades francesas e belgas de que a captura de Abdeslam não diminuiu a ameaça terrorista na França e Bélgica. O alerta de terror na França continua em nível máximo.

Na Itália, o ministro do Interior Angelino Alfano informou no Twitter que também convocou uma reunião de segurança para mais tarde. "Os ataques em Bruxelas também atingem nosso coração", disse Alfano.

(Com Estadão Conteúdo)