NOTÍCIAS
21/03/2016 11:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Polarização chega ao futebol: Em Curitiba, torcida do Atlético-PR diz que Moro é 'ídolo'. Em SP, corintianos criticam máfia da merenda e Rede Globo

A torcida do Atlético Paranaense engrossou o coro dos contrários ao governo Dilma Rousseff. No clássico deste domingo frente o Coritiba, na Arena da Baixada, os atleticanos levaram faixas com a frase "No país do futebol, meu ídolo usa terno: Sérgio Moro".

O apoio surgiu na área normalmente ocupada pela torcida organizada da equipe curitibana. Em outras partes do estádio era possível ver máscaras do juiz que comanda a Operação Lava Jato.

TOF demonstrando apoio ao Sergio Moro!

Publicado por Torcidas Organizadas Brasil em Domingo, 20 de março de 2016

Houve manifestações de apoio da torcida cantando o nome do juiz também.

Já em São Paulo, a torcida corintiana Gaviões da Fiel voltou a protestar, neste sábado, na Arena Corinthians, contra o esquema de desvio de dinheiro da merenda nas escolas públicas de São Paulo.

Um dos suspeitos é o deputado estadual Fernando Capez (PSDB), antigo desafeto das torcidas organizadas do estado.

Os outros alvos corintianos são a Rede Globo, a CBF e a própria diretoria do clube.

O resultado foi este:

Como se sabe, não é a primeira vez que a Polícia Miliar e os torcedores corintianos entram em confronto. A torcida, aliás, esteve no protestos de sexta-feira contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ao que parece, a divisão vista nas manifestações pelas ruas chegaram às arquibancadas.

LEIA TAMBÉM:

- Jornal: Receita Federal diz que Neymar é culpado por fraude e sonegação

- Até quando o futebol brasileiro vai ver atos racistas sem reagir?

- Nem tudo é Lava Jato. Grampo da PF também gravou Lula falando de futebol