NOTÍCIAS
20/03/2016 14:22 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Contra impeachment, Paulo Maluf e Fernando Collor engrossam defesa do governo Dilma no Congresso

Montagem/Agência Câmara/Agência Senado

Duas das personagens mais emblemáticas de escândalos de corrupção do Brasil vão engrossar a defesa do governo Dilma Rousseff no Congresso Nacional.

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e o senador Fernando Collor de Mello (sem partido-AL) já declararam publicamente ser contrários ao impeachment e já se comprometeram com petistas a impedir que avance o processo de afastamento da presidente.

Um é criminoso procurado pela Interpol por fraudes e roubos milionários dos cofres paulistas.

Outro é o primeiro presidente que sofreu impeachment por um esquema de cobrança de propina de empresários e pagamento de suas despesas pessoais — crimes pelos quais foi absolvido pelo Supremo Tribunal Federal anos depois. Atualmente, é investigado pela Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Maluf integra a comissão especial do impeachment na Câmara, instalada na semana passada.

Ele aceitou a proposta do PP para ser um dos três deputados do partido na tropa pró-governo. Outros dois pepistas querem o impeachment.

Se o impeachment passar na Câmara, Collor fará o que estiver a seu alcance para barrar o processo no Senado.

Ele chegou a se desfiliar do PTB na última sexta-feira (18) por causa da diretriz nacional da sigla de apoiar o impedimento de Dilma.

Neste momento, ele está estudando "convites" para uma nova casa.

COLLOR JÁ EXAMINA CONVITES - Diante de rumo partidário diverso, adotado nacionalmente pelo PTB, o senador Fernando...

Posted by Fernando Collor on Friday, 18 March 2016

Na mira da Lava Jato, Collor protagonizou uma cena controversa no Plenário em agosto do ano passado.

Ele xingou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, depois que teve bens apreendidos por policiais federais — carros de luxo.

LEIA MAIS:

- Três em cada cinco parlamentares da comissão do impeachment de Dilma receberam dinheiro de empresas da Lava Jato

- OAB declara apoio ao impeachment de Dilma e repudia abusos do MP

Também no HuffPost Brasil:

Galeria de Fotos Carros de luxo de Cunha Veja Fotos