NOTÍCIAS
16/03/2016 14:45 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Oposição vai à Justiça para impedir posse de Lula na Casa Civil

Montagem/DEM/WikiCommons

A oposição vai questionar na Justiça a indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil do governo da presidente Dilma Rousseff. De acordo com o líder do DEM, Pauderney Avelino (DEM-AM), a representação já foi assinada pelo partido e será entregue ainda nesta quarta-feira (16) à Procuradoria-Geral da República.

“Há desvio de finalidade. Lula está assumindo o ministério para se livrar da Justiça. A presidente Dilma Rousseff está usando um ato lícito para acobertar um ilícito. É isso que ela faz ao nomear uma pessoa que está sendo investigada para blindá-la”, disse ao HuffPost Brasil.

A ação da oposição argumenta que ao nomeá-lo, o governo obstrui as investigações da Operação Lava Jato. O líder do PPS, Rubens Bueno (PR), já tinha adiantado ao HuffPost Brasil que também endossaria a ação. "Ele está indo para o ministério para tirar o processo da Justiça comum, qual interesse público nisso? Ele está fugindo da Justiça”, frisou.

Antes de bater o martelo sobre a nomeação do ex-presidente, o governo consultou juristas para avaliar a chance de sucesso da ação da oposição. O entendimento era o de que o governo não poderia errar.

Os petistas refutam a tese de que o ex-presidente está assumindo o governo apenas para ter o foro privilegiado. “Se fosse isso, ele não viria. O ex-presidente assume uma posição para agregar, fazer articulação política e dar uma guinada na economia. Se não fosse essa esperança, ele não viria”, enfatiza João Daniel (PT-SE).

LEIA TAMBÉM:

- Lula é o novo ministro da Casa Civil do governo Dilma

- O início do terceiro mandato de Lula e a queda de Dilma

- Não é elite. Não são coxinhas. As ruas é que querem a saída de Dilma