NOTÍCIAS
12/03/2016 10:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Chuva deixou pelo menos 20 mortos em São Paulo. Corpo de Bombeiros busca por desaparecidos

O número de mortes em decorrência da chuva na capital paulista e região metropolitana aumentou para 20, segundo informações divulgadas neste sábado pelo Corpo de Bombeiros. Os bombeiros afirmam que há pelo menos cinco desaparecidos. As buscas concentram-se em Mairiporã, uma das cidades mais atingidas pelo temporal.

As chuvas fortes foram provocadas por uma faixa de nebulosidade que se estende desde a Região Norte do país, passando pelo Centro-Oeste e Sudeste. O sistema meteorológico é chamado de Zona de Convergência do Atlântico Sul. Também foi registrado um sistema frontal atuando próximo à costa, que favoreceu a convergência de umidade na região, principalmente no litoral.

Desabrigados

Segundo informações da Folha de S. Paulo, 145 pessoas estão desabrigadas e outras 1.599, desalojadas (na casa de familiares ou amigos). As vítimas são de sete cidades: Francisco Morato, Mairiporã, São Roque, Itupeva, Atibaia, Sorocaba e Cabreúva.

Mas o número pode ser maior, já que os dados da Defesa Civil muitas vezes são diferentes dos registros das prefeituras.

O temporal

A chuva foi tão forte que uma represa do Cantareira subiu de 35% para 99% de sua capacidade. Já, segundo a prefeitura, pela primeira vez em 11 anos, os rios Pinheiros e Tietê transbordaram.