NOTÍCIAS
12/03/2016 17:13 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Assassinato de estudante dentro da UnB choca Brasília

Reprodução/Facebook

Um crime brutal chocou Brasília nesta sexta-feira (11). O corpo de uma jovem estudante foi encontrado no campus da UnB (Universidade de Brasília). O local onde Louise Ribeiro, de 20 anos, estava foi indicado pelo próprio assassino, seu ex-namorado.

O também aluno da universidade Vinicius Neres confessou o crime à polícia. Ele contou que pediu à ex-namorada para encontrá-lo no laboratório do Instituto de Biologia da UnB alegando que queria se matar. Depois de mostrar à vítima o produto que usaria para cometer suicídio, ela tentou impedi-lo. Gritou e o abraçou.

Foi quando Neres, segundo a polícia, teve um ataque "ataque de fúria", imobilizou Louise e a dopou com um pano embebido de clorofórmio. Em seguida, ele amarrou a jovem a uma cadeira e abriu sua boca fazendo-a engolir o produto. A ingestão de clorofórmio teria matado a jovem.

Ainda de acordo com a polícia, após matá-la, Neres colocou o corpo de Louise no carro e deu voltas dentro do campus, antes de deixá-lo em um terreno na L4 Norte.

Em entrevista a jornalistas, Neres falou com tranquilidade sobre o crime que cometeu, e não soube explicar o motivo. “Eu ainda não sei por que a matei. (...) Definitivamente, não foi pelo motivo de amor”, afirmou ao G1.

O corpo de Louise foi velado nesta manhã e seu enterro estava previsto para a tarde deste sábado (12). Neres foi indiciado homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, uso de substância química e sem chance de defesa à vítima) e ocultação de cadáver.

Se condenado, ele pode pegar de 12 a 30 anos de prisão pelo homicídio e de 1 a 3 pela ocultação do cadáver.