NOTÍCIAS
10/03/2016 11:38 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Conheça a campanha de uma mãe que quer melhorar a vida de crianças com necessidades especiais

Reprodução/Facebook

É óbvio dizer que toda mãe quer sempre o melhor para o seu filho. Mas nem sempre as mães têm condições financeiras para darem o melhor para o seus pequenos – e a situação fica ainda mais complicada quando esses são portadores de necessidades especiais e necessitam de cuidados e aparelhos específicos, que muitas vezes, custam caro.

Foi pensando nessas guerreiras que se desdobram para conseguir suprir as necessidades especiais de seus filhos que a mãe da Ana Paula, Fernanda Cristina Teixeira, criou o projeto "Dando Asas a Anjos Especiais".

A pequena Ana deu um susto na Fernanda quando, com apenas 8 meses, teve uma lesão medular e ficou paraplégica. Ainda não se sabe o motivo que ocasionou essa lesão, mas os meses seguintes à ela foram muito angustiantes. Do colo para o carrinho – Ana permaneceu por muito tempo imóvel e perdeu as primeiras fases da infância. A garotinha ainda não conseguia mais permanecer sentada pela falta de controle do próprio tronco.

Mas quando a pequena completou um ano, sua família teve a oportunidade de conhecer um grupo de mães que se mostraram dispostas à ajudarem a adquirir uma cadeirinha especial importada para que ela se locomovesse melhor e pudesse ter a liberdade de brincar como as outras crianças.

Uma vez que o fabricante não exporta essa cadeira, nem possui uma importadora destinada para esta função, uma dessas mães do grupo aproveitou que estava viajando fora do país e a retirou na própria fábrica. Foi uma grande vitória para a pequena Ana que, de pouquinho em pouquinho, foi aprendendo a se locomover e explorar novos ambientes, construindo assim sua própria independência.

Muitas crianças que frequentam a Associação Assistência à Criança Deficiente, mais conhecida como AACD, são indicadas a usarem essa cadeirinha de rodas, mas grande parte dessas famílias não têm condições financeiras para adquirí-la. "A quantia que precisamos será capaz de viabilizar o projeto e dar início à produção das cadeiras que serão doadas às crianças com essa necessidade", explicou Fernanda.

A campanha "Dando Asas a Anjos Especiais" já arrecadou 61% de sua meta de R$70 mil, e estará recebendo doações até os próximos 12 dias. É para que todas as crianças tenham a mesma chance que a pequena Ana Paula teve, que a família está batallhando para conseguir colocar em prática o projeto capaz de dar asas para estes anjos que, embora não tenham o movimento das perninhas, são capazes de alçar seus próprios vôos.

Quer ajudar? Doe aqui.

Assista ao vídeo fofo da Ana Paula brincando no playground com sua cadeirinha: