NOTÍCIAS
05/03/2016 12:05 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Apoiadores fazem vigília em frente ao apartamento de Lula em São Paulo

NELSON ALMEIDA via Getty Images
Supporters of the ruling Worker's Party and former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva demonstrate to show their support in front of Lula's house in Sao Bernardo do Campo, near Sao Paulo, Brazil, on March 5, 2016. Brazil's ex-president Lula da Silva vowed to battle his opponents in the streets in a defiant speech late Friday, hours after being briefly detained as part of a probe into a massive corruption scheme. Prosecutors said Lula was targeted as part of the Operation Car Wash investigation into a sprawling embezzlement and bribery conspiracy centred on the state oil giant Petrobras. Lula was not arrested, but held for questioning over alleged 'favors' received from corrupt construction companies implicated in a kickback scheme, prosecutors said. AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA / AFP / NELSON ALMEIDA (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)

Dezenas de pessoas se reúnem na manhã deste sábado (5) em frente ao prédio onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo. Muitos vestidos de vermelho e empunhando faixas e cartazes em defesa da democracia e em apoio ao ex-presidente, os manifestantes pretendem permanecer no local para receber a presidente Dilma Rousseff.

Segundo Rafael Marques, presidente do sindicato dos metalúrgicos do ABC e um dos organizadores do ato, a visita da presidente ao seu antecessor ainda não está confirmada. Marques afirma que a intenção "é fazer ações positivas pelo Brasil, pelo presidente Lula e não contra ninguém".

De acordo com ele, não há previsão de quanto tempo a vigília durará.

"FORA GLOBO, FORA GLOBO" A frase virou um mantra para os Movimentos Sociais.Agora, em frente a casa do ex Presidente Lula, que aguarda a visita da Presidenta Dilma.Vídeo: Lucas Martisn, especial para os Jornalistas Livres#NaoVaiTerGolpe #VaiTerLuta

Publicado por Jornalistas Livres em Sábado, 5 de março de 2016

A deputada estadual Ana do Carmo (PT-SP) afirmou há pouco que "esse é o pior Congresso que temos".

"Não estão deixando a Dilma governar e são responsáveis pelo que está acontecendo", afirmou em referência à crise e às dificuldades de aprovação de medidas de interesse do governo no legislativo.

Ana do Carmo, que participa nesta manhã de uma vigília em frente ao prédio onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, defendeu a apuração de irregularidades pela Polícia Federal.

"Mas isso está sendo conduzido de forma equivocada e não vamos aceitar.

Portão do Instituto Lula foi pichado na madrugada deste sábado (5)

A petista afirmou ainda que a oposição não aceitou até hoje a derrota nas eleições de 2014, quando a presidente Dilma Rousseff foi reeleita.

"A oposição não aceita os avanços sociais dos governos petistas e trava uma briga de classes", disse.

A Polícia Militar estima que 250 pessoas estão no local.

Os organizadores falam em 1 mil participantes.

Uma via próxima ao apartamento está fechada para a circulação de carros.

Há policiamento no local e o clima é tranquilo.

Os manifestantes aguardam a chegada da presidenta Dilma Rousseff, que irá se encontrar com Lula.

Segundo a assessoria da Presidência da República, Dilma já embarcou de Brasília com destino a São Paulo.

(Com informações da Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

LEIA MAIS:

- Lula: 'Se quiserem me derrotar, vão ter de me enfrentar nas ruas'

- Justiça que só vê um lado não é Justiça. É golpe.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: