MUNDO
03/03/2016 11:25 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Vale ouro! Rio 2016 terá equipe olímpica formada só por atletas refugiados

O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu incluir atletas muito especiais na disputa pelas medalhas olímpicas no Rio de Janeiro: os refugiados.

Segundo a entidade, até o momento são ao menos 43 atletas que poderão competir com a bandeira dos Jogos Olímpicos, que direito à técnicos, uniformes e todo o apoio necessário. Todos os gastos serão cobertos para que eles disputem em pé de igualdade com os outros atletas.

Eles vão desfilar na abertura, no dia 5 de agosto, imediatamente antes da delegação brasileira.

"Fomos todos afetados pela magnitude da crise dos refugiados. Com esta equipe queremos enviar uma mensagem de esperança a todos os refugiados do mundo", afirmou o presidente do COI, Thomas Bach.

De acordo com o El País, ao menos três atletas já teriam sido identificados pelo COI com possibilidades de qualificação: uma nadadora síria que treina na Alemanha, uma judoca da República Democrática do Congo que está como refugiada no Brasil e uma lutadora iraniana de taekwondo que treina na Bélgica.

LEIA TAMBÉM:

- Crise na Síria: Brasil e outros países prometem US$ 11 bilhões em ajuda até 2020

- Banksy condena uso de gás lacrimogêneo contra refugiados

- Jogadores haitianos do Pérolas Negras falam sobre sonhos, derrotas e vitórias

- Crise migratória? Torcidas alemãs mostram que o futebol pode abraçar os refugiados

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: