NOTÍCIAS
03/03/2016 16:50 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Roberta Santos, de craque da Taça das Favelas no Rio de Janeiro para a seleção feminina sub-20

Aos 19 anos, Roberta Santos conseguiu fazer uma transição que não é tão comum: após ser projetada pela Taça das Favelas, competição que envolve as comunidades do Rio de Janeiro, ela conseguiu ser convocada pela Seleção Brasileira sub-20.

Detalhe: Roberta é a única atleta que joga no estado a ser selecionada pelo técnico Doriva Bueno para o período inicial de treinamentos para a Copa do Mundo da categoria, marcada para novembro na Papua-Nova Guiné, do outro lado do planeta.

A zagueira sabe que vai precisar se aperfeiçoar muito para chegar longe.

"Está sendo uma mudança enorme para mim, pois realmente não esperava ser convocada. Agora, tudo o que quero é poder acrescentar e fazer a diferença no cenário do futebol feminino. É uma oportunidade incrível, que me abre portas e muda a vida", conta, ao site oficial do governo.

A zagueira começou no futebol feminino aos 10 anos, no Corte Oito, de Duque de Caxias, equipe que faz força para dar sustentação à modalidade. O clube recebe meninas a partir de 10 anos de idade

Taça das Favelas

O projeto, organizado pela Cufa (Central Única das Favelas), é enorme. Na quinta edição, realizada neste ano, são 90 times – 64 masculinos e 26 femininos – de 75 comunidades espalhadas pelo estado.

LEIA TAMBÉM:

- BRASIL-SIL-SIL! Aos 16 anos, Pamela Rosa É OURO no street skate

- Torcedoras do Atlético-MG criticam machismo em lançamento de novo uniforme

- Ah, a ironia! Conferência internacional de grupo pró-estupro é cancelada por falta de segurança

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: