MULHERES
24/02/2016 20:47 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

'Vai ter shortinho sim!' Alunas de escola de Porto Alegre criam petição online

Reprodução / Facebook

"Vai ter shortinho, sim!"

Elas têm entre 13 e 17 anos e estudam no Colégio Anchieta, um dos mais tradicionais de Porto Alegre. Inconformadas com o posicionamento da instituição, que não permite o uso de shorts, o grupo de estudantes iniciou o movimento que hoje consta com mais de 8 mil apoiadores na petição online.

O abaixo-assinado é destinado a coordenadores e diretores da escola e foi apresentado por uma das autoras durante um ato nesta quarta-feira (24), no pátio da instituição.

“Eles falam que não é lugar de usar shortinho. Mas essa é a nossa roupa. A gente tem o direito de usar a roupa que a gente quiser”, afirma Marina Stein, de 14 anos, em entrevista ao G1.

A petição online foi criada na última terça-feira.

No texto, as alunas são assertivas:

"Exigimos que a instituição deixe no passado o machismo, a objetificação e sexualização dos corpos das alunas; exigimos que deixe no passado a mentalidade de que cabe às mulheres a prevenção de assédios, abusos e estupros; exigimos que, ao invés de ditar o que as meninas podem vestir, ditem o respeito".

Em contrapartida, a escola publicou uma nota, na qual afirma estar "dialogando com a comunidade anchietana (alunos, pais, professores, funcionários) sobre as questões em pauta, de acordo com seus princípios e valores, bem como, seu modo de ser e proceder”.

A postura das alunas do Anchieta acompanha o de tantas outras meninas que relatam suas experiências por meio da página no Facebook que nomeia a campanha e que combate a cultura de objetificação da mulher.

Galera! Nós conseguimos! Agora, nós etapadas, podemos usar nossos shortinhos/saias sem nenhuma preocupação!Gostaríamos...

Publicado por Vai ter shortinhos sim em Sexta, 16 de outubro de 2015

LEIA MAIS:

- Após críticas a texto sobre feminismo, Fernanda Torres se desculpa em novo artigo: "Prometo estar atenta"

- M.A.C. publica foto de lábios de modelo negra no Instagram e recebe comentários racistas

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: