NOTÍCIAS
24/02/2016 17:34 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

7 coisas SURREAIS que os Rolling Stones fizeram de verdade

Não importa quantas vezes o mito seja desmentido, se tem a ver com os Rolling Stones vale sempre a melhor história. E ponto final. Não, Ketih Richards não cheirou as cinzas de seu pai nem precisou trocar todo o sangue do corpo.

Mas nem por isso tudo que se diz por aí é mentira. Alguns fatos que podem parecer completamente sem nexo acabaram publicados e confirmados por uma série veículos. E abaixo vão sete deles.

1. Um time inigualável

The Dirty Mac. A era a noite de 11 de setembro de 1968 e a oportunidade era o especial de TV The Rolling Stones Rock And Roll Circus. Lá se reuniram John Lennon, Keith Richards, Eric Clapton e o baterista Mitch Mitchell para um versão assustadoramente pesada de Yer Blues, canção de Lennon presente no White Album.

2. As drogas nem sempre existiram na banda

Nos conta a NME que os Stones nem sempre foram associados ao consumo desregrado de drogas. Segundo a publicação britânica, os membros do grupo tiveram seu contato inicial com o LSD em 4 de dezembro de 1965. Keith, Brian Jones, Mick Jagger - e o poeta Allen Ginsberg - se uniram aos Merry Pranksters, grupo que se dedicava a introduzir novos usuários à substância.

3. ...E falando em drogas

Keith Richards, em entrevista de 2006, o guitarrista foi bastante direto no assunto: “Eu realmente acho que a qualidade caiu. Tudo o que eles fazem é tentar deixar as pessoas cada vez mais 'altas'. Eu não gosto da maneira deles trabalharem no cérebro ao invés de apenas no sistema circulatório. É por isso que não tomo mais nada. E você está falando com uma pessoa que conhece as drogas que toma”. Isso tudo para depois dizer que conseguiu uma quantidade extra de morfina no período em que esteve internado por conta de uma cirurgia na cabeça. "Por duas semanas fiquei sob o efeito de morfina. Sempre tentei pedir um pouco mais de tudo à enfermeira. E ela sempre se mostrou disponível".

4. Aparentemente, o cinema ama os Stones. E eles também

George Lucas, diretor e criador de Star Wars, foi um dos câmeras no filmaço Gimme Shelter, dos Stones. Martin Scorsese é fã absoluto da banda. E já usou a canção Gimme Shelter em quatro de seus filmes. Além disso, o diretor nova-iorquino dirigiu a banda no filme Shine A Light.. Ah, sim, é a Angelina Jolie no clipe de Anybody Seen My Baby.

5. Charlie Watts perdeu a paciência uma vez e...

Os tumultuados anos 1980 foram bastante ruins para os Stones. Discos fracos, Keith e Ron Wood afundado no vício em drogas e brigas, muitas brigas. Numa dessas, tensão maior que discussões. Num hotel de Amsterdã, na Holanda, Jagger telefonou ao baterista Charlie Watts pedindo a presença imediata dele e o usou o termo "meu baterista". O impassível Watts foi até lá, claro. Ao trombar com Jagger na porta, desferiu um soco no rosto do cantor.“Nunca mais me chame de seu baterista. Você é que é meu vocalista”. E foi embora.

6. Preso por porte de drogas, Keith precisou tocar para crianças cegas

Nenhum dos problemas enfrentados pelos Stones com a lei foi tão bem resolvido quanto à prisão de Keith Richards, em fevereiro de 1977, no Canadá. Após a polícia encontrar heroína em seu quarto de hotel, o guitarrista foi acusado de "posse para fins de tráfico". Proibido de deixar o país, Richards só teve a configuração de seus atos mais tarde, tipificado como "posse para uso". Uma mulher cega foi quem parece ter ajudado. Ela confirmou ao juiz que Keith tinha feito esforços enormes para mantê-la segura num dos shows dos Stones por lá. Como pena alternativa pela posse de heroína, Keith precisou fazer uma apresentação para Instituto Nacional Canadense para Cegos.

7. Uma ideia ridícula: contratar uma gangue com seguranças

A ideia bizarra de contratar os motoqueiros do Hell's Angels para fazer a "segurança" de um show no dia 6 de dezembro de 1969, em Altamont, na Califórnia, acabou muito mal.

Os tais seguranças acabaram assassinando o jovem Meredith Hunter, de 18 anos, à facadas. A cena absurda foi registrada no filme Gimme Shelter e rendeu ameaças abertas a Jagger por anos. E não qualquer quem diz que os Stones viraram alvo dos motoqueiros, mas o FBI.

Galeria de Fotos Rolling Stones no Brasil em 2016 Veja Fotos