ENTRETENIMENTO
20/02/2016 21:02 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

'Fuocoammare', documentário sobre refugiados, vence prêmio máximo no Festival de Berlim

BERLIM (Reuters) - O filme "Fuocoammare" (Fogo no Mar), de Gianfranco Rosi, sobre a crise de refugiados no Mediterrâneo na ilha italiana de Lampedusa, venceu o Urso de Ouro de Melhor Filme no Festival

ASSOCIATED PRESS
Gianfranco Rosi, director of 'Fuocomare', looks at the Golden Bear for the Best Film during the award ceremony of the 2016 Berlin Film Festival Berlinale on Saturday, Feb. 20, 2016 in Berlin. (Bernd von Jutrczenka/pool photo via AP)

BERLIM (Reuters) - O filme Fuocoammare ("fogo no mar", em tradução livre), de Gianfranco Rosi, sobre a crise de refugiados no Mediterrâneo na ilha italiana de Lampedusa, venceu o Urso de Ouro de Melhor Filme no Festival Internacional de Berlim, neste sábado (20).

O Urso de Prata foi para Smrt u Sarajevu ("morte em Sarajevo"), do diretor Danis Tanovic.

O prêmio de melhor diretor foi para a francesa Mia Hansen-Love pelo filme L'Avenir ("coisas a vir").

Rosi e Meryl Streep, presidente do júri deste ano

O prêmio de Melhor Ator foi cedido a Majd Mastoura pelo seu papel no filme tunisiano Inhebbek Hedi, enquanto Trine Dyrholm levou Melhor Atriz pelo trabalho no filme dinamarquês Kollektivet ("a comuna").

Um prêmio para o filme que abre novas perspectivas foi dado à produção filipina de oito horas Hele sa Hiwagang Hapis ("uma canção de ninar para um mistério doloroso"), dirigido por Lav Diaz.

LEIA MAIS:

- 'Mãe Só Há Uma', novo filme de Anna Muylaert, é premiado no Festival de Berlim

- 'Somos todos africanos', diz Meryl Streep no Festival de Berlim

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: