NOTÍCIAS
15/02/2016 17:05 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

Após bloquear R$ 188 milhões, Justiça vai atrás de iate e jatinho de Neymar

O cerco às empresas da família de Neymar segue na Justiça brasileira.

De acordo com informações do Estadão Conteúdo, agora estão na mira o iate e o jatinho Embraer Phenom 100E, com capacidade para até seis pessoas, do atleta.

A Justiça Federal manteve na última semana a decisão provisória de bloquear R$ 188 milhões de bens do atacante Neymar, seus pais (Neymar da Silva e Nadine da Silva Santos) e de suas empresas.

Para congelar os bens, ofícios foram enviados pela 7ª Vara Federal de Santos para São Paulo, Guarujá, São Vicente, Praia Grande e Itapema (SC).

A Capitania dos Portos de São Paulo e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) também foram informados oficialmente da tentativa de bloqueio dos bens.

A Justiça suspeita de sonegação de impostos de 2011 a 2013. A Receita Federal acredita que Neymar não R$ 63,6 milhões ao Fisco, valores que seriam referentes à contratos de direitos de imagem da empresa do atleta com o Santos.

Com a multa de 150% pela denúncia do não pagamento, a dívida com a Receita Federal já chega a R$ 192 milhões.

LEIA TAMBÉM:

- Após denúncia do MPF, site de Neymar convoca promotor para 'tomar um café'

- Pai de Neymar dobra aposta contra denúncia por fraude e falsidade ideológica

- Deu ruim... Neymar é convocado a depor na Espanha em caso de suposta fraude

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: