NOTÍCIAS
12/02/2016 18:29 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

Educação financeira: Como ensinar crianças a pouparem dinheiro

A maioria dos pais concorda que a educação financeira é uma das coisas mais importantes para ensinar aos filhos. Na verdade, é por isso que alguns pais começar a poupar para os seus filhos antes mesmo que eles tenham nascido.

Fazer uma poupança para pagar a educação ou comprar o primeiro carro dos filhos é muito benéfico para a criança, mas ensinar a importância de guardar dinheiro também é essencial.

Se você abrir uma conta para seu filho quando ele ainda é pequeno, ele pode começar a administrá-la a partir dos sete anos.

Contas-poupança são uma boa opção para ensinar a importância da economia para os filhos

“Às vezes, todos temos de esperar pelas coisas que queremos. Não importa a idade do seus filhos, aprender essa lição vai ajudá-los a planejar seus orçamentos e a poupar melhor à medida que crescem”, diz Louise Hill, COO e co-fundadora da goHenry, uma empresa que oferece cartões de débito pré-pagos para crianças e adolescentes.

“Quando se trata de poupar, é importante ajudar seus filhos a definir metas de curto prazo e de poupança de longo prazo.

A ideia é que eles entendam o que é um objetivo: o planejamento e a conquista”, explica Hill.

Confira as dicas de Hill para que seu filho comece uma poupança e lições financeiras que você pode ensiná-los a qualquer hora, em qualquer lugar.

Querer não é poder

Cada ida ao supermercado ou a uma loja não é desculpa para que seu filho compre alguma coisa. Na verdade, é uma oportunidade de aprender sobre finanças, diz Hill.

“A boa notícia é que o aprendizado pode começar nas visitas às lojas. Antes de ir a uma loja ou um supermercado, as crianças e adolescentes têm de saber por que vocês estão indo lá.”

É importante deixar claro o que você quer comprar, seja comida para o jantar ou um presente de aniversário para um amigo. Isso ajuda a ensinar aos seus filhos que entrar em uma loja nem sempre significa comprar algo para eles.

Gastar dinheiro significa fazer escolhas

Em termos de poupança e educação financeira, a idéia de escolha é muito importante, explica Hill. “É algo que fazemos automaticamente como adultos.”

Como mostrar a seus filhos como isso funciona? Hill dá o exemplo das crianças que pedem um smoothie num café: delicioso, mas caro.

Como pai, você pode sugerir que eles passem o smoothie, ou seja, se você não tomar um aqui, podemos guardar o dinheiro para algo que você quer no futuro, como um livro ou brinquedo.

“Eles podem escolher o smoothie, mas estarão cientes de que há uma escolha, e a ideia de agora ou mais tarde também é uma boa introdução para as realidades da vida.”

A mesada

Ter controle sobre o próprio dinheiro é uma maneira de seus filhos aprenderem a administrá-lo. Estamos falando de dinheiro de bolso: a mesada vai ensinar as crianças a equilibrar o orçamento e fazer escolhas sobre o que eles querem e precisam.

A chave para fazê-la funcionar? Seja claro sobre o que você espera que a mesada cubra (ou seja, a passagem de ônibus para a escola, almoço, filmes com amigos, roupas etc). “Certifique-se de que eles entendam que, quando acabar, acabou”, diz Hill.

Seu dinheiro pode aumentar se você guardar

Este é o ponto em que você começa a ensinar a seus filhos que, só porque eles têm dinheiro, eles não precisam gastá-lo imediatamente. Eles podem decidir guardar uma parte dele e vê-lo transformar-se em mais dinheiro.

Não é uma tarefa fácil, com a tentação de gratificação instantânea (e aqueles ótimos presentes em dinheiro que você ganhava dos seus avós). Mas é possíve’-- e sem lágrimas.

Hill recomenda sugerir para os filhos que eles guardem uma parte do dinheiro que receberem (presentes, dinheiro de bolso etc.). Como um parâmetro, 10% é um bom número.

Isso vai permitir que eles criem o hábito de poupar, sem se sentir privados no momento. Ninguém quer apenas popuar. Assim como os adultos, é importante que as crianças passem pelo ciclo completo de ganhar, poupar e gastar, para aprender a orçamento e compreender o valor do dinheiro.

Dar independência em relação ao uso do dinheiro desde cedo é fundamental para que eles sejam responsáveis mais tarde na vida.

O dinheiro cresce ao longo do tempo

Ensine às crianças o conceito simples de juros e explique que não importa o quantidade de dinheiro para começar e economizar.

“Lembre seus filhos que eles têm algo na manga quando se trata de investir. Tempo.”

“Não importa se for pouco dinheiro, eles têm a oportunidade de construir uma reservar -- ou um império! Essa é a beleza dos juros.”

Segundo Hill, popuar tão pouco quanto 1 real pode render benefícios - ela dá um exemplo prático com uma taxa de juros de 50% (embora irreal, é mais fácil para as crianças entenderem):

Coloque um real num pote.

No dia seguinte, adicione 50 centavos. Isso representa juros de 50%.

No terceiro dia, adicione 75 centavos (50% de juros sobre o que está no pote, 1,50 real).

No quarto dia, adicione 1,13 (50% de 2,25).

No quinto dia, adicionar 1,69 (50% de 3,38).

No sexto dia, adicione 2,54 (50% de 5,07).

No sétimo dia, adicione 3,81 (50% de 7,61).

O total agora é de 11,42 reais!

Esse exemplo ilustra claramente como o dinheiro cresce e como gratificação instantânea nem sempre é a melhor opção – além de servir como um bom lembrete para toda a família nos momentos de tentação.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost UK e traduzido do inglês.