MULHERES
11/02/2016 18:56 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

Ela voltou: Três meses após derrota histórica, Ronda Rousey volta aos treinos

Brandon Magnus/Zuffa LLC via Getty Images
MELBOURNE, AUSTRALIA - NOVEMBER 12: UFC women's bantamweight champion Ronda Rousey of the United States holds an open workout for fans and media at Federation Square on November 12, 2015 in Melbourne, Australia. (Photo by Brandon Magnus/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

O nocaute no UFC 193 deixou Ronda Rousey inconsciente e a mandou para o hospital. "Fiquei triste para caralho", ela disse.

Por causa dos socos e chutes que levou, a atleta de 29 anos precisou passar por cirurgia e se recolheu.

Os golpes da adversária Holly Holm também foram fortes o suficiente para deixar Ronda impossibilitada de comer uma maçã.

Bem, como nos grandes filmes de luta e nas histórias reais de grandes lutadores, a maior lutadora de MMA da história - sim, porque uma derrota não destrói tão fácil uma influência tão grande no esporte - está de volta aos treinamentos.

O "furo" foi dado pelo TMZ, que conseguiu imagens da lutadora e seu treinador, Edmund Tarverdyan, na academia Glendale Fighting Club, em Los Angeles, nesta quinta-feira.

Desde que deixou o octógono derrotada, Ronda sempre deixou bastante clara a intenção de revanche. Dana White, presidente do UFC, atendeu prontamente.

Primeiro, agendando a defesa de cinturão de Holm contra Miesha Tate para 5 de março. E, depois, garantindo que Ronda enfrenta a vencedora no segundo semestre.

Ronda tem, então, alguns meses para voltar ao topo.

LEIA TAMBÉM:

- Ronda bate Messi, Cristiano Ronaldo e Tom Brady em citações no Facebook em 2015

- Ronda quebra o silêncio após derrota e diz que nocaute a deixou 'triste para c*aralho'

- Chefão da Marvel diz que adorou a ideia de Ronda interpretar super-heroína no cinema

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: