ENTRETENIMENTO
11/02/2016 20:59 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

Dedo na ferida: 'Formation', de Beyoncé, usa sample de rapper negro morto em 2010

Reprodução/YouTube

Você já viu aqui no HuffPost Brasil que o novo videoclipe de Beyoncé faz um sério protesto em prol da igualdade racial nos EUA usando diversas referências à história e atualidade do País.

Também viu que, assim como o clipe, a apresentação de Formation durante o Super Bowl causou impacto com seu ousado tom de protesto.

Viu ainda que essas ações-surpresa da cantora - realizadas num intervalo de 24 horas – enfureceram os conservadores americanos.

Provavelmente você ainda vai ouvir falar muito sobre Formation, clipe e música, nos próximos dias - uma vez que as referências e temas tratados em suas entrelinhas não param de ser descobertos e discutidos pelos fãs da cantora.

Um das questões não abordadas pelas análises imediatas do vídeo e que vieram à tona nos últimos dias diz respeito ao início da música, quando ouvimos as declarações:

"What happened at the New Orleans? Bitch, I'm back by popular demand."

"O que aconteceu em New Orleans? Vadia, estou de volta por demanda popular.”

Essas duas frases são do youtuber, rapper negro e LGBT Messy Mya.

Assista ao vídeo editado com as declarações do youtuber:

Messy Mya rapper de Formation

Reconhecem esses versos de Formation? Messy Mya foi um rapper amador, negro e morador de New Orleans, ele foi assassinado em 2010 e até hoje ninguém tem certeza do motivo. Beyoncé realmente não veio para brincar!

Publicado por Beyoncé Always em Quarta, 10 de fevereiro de 2016

Conhecido pela postura irreverente e cabelos coloridos, ele foi morto em 2010 em circunstâncias ainda não esclarecidas.

Messy Mya foi baleado quando voltava do chá de bebê de sua namorada. De acordo com o HuffPost Black Voices, o suposto assassino foi preso e solto 18 meses depois, sob a alegação de bipolaridade.

Especula-se, no entanto, que Messy Mya tenha sido vítima de violência policial em New Orleans.

Ouça a voz de Messy Mya sampleada nos segundos iniciais do clipe:

Ao que tudo indica, Formation veio para cutucar feridas profundas da sociedade estadunidense que nem o mais atento fã de Beyoncé poderia imaginar.