NOTÍCIAS
07/02/2016 10:12 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Coreia do Norte diz ter colocado satélite em órbita; Lançamento de míssel irrita norte-americanos

Reuters

A Coreia do Norte lançou um foguete de longo alcance neste domingo (7) carregando o que chamou de satélite, mas seus vizinhos e os Estados Unidos chamaram o lançamento de teste de míssil, realizado em desacato às sanções da ONU e apenas semanas depois de um teste de bomba nuclear.

O Comando Estratégico dos EUA disse ter detectado um míssil entrando no espaço, e o Exército da Coreia do Sul afirmou que o foguete colocou um objeto em órbita.

A Coreia do Norte afirmou que o lançamento do satélite Kwangmyongsong-4, batizado com o nome do falecido líder Kim Jong Il, foi um "sucesso completo" e está fazendo uma órbita polar da Terra a cada 94 minutos. A ordem de lançamento foi dada pelo filho dele, o líder Kim Jong Un, que acredita-se ter 33 anos de idade.

O lançamento do foguete irritou os americanos. O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, condenou o ato dizendo que foi "uma flagrante violação das resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU)" sobre testes de tecnologia de mísseis balísticos.

Kerry disse que essa foi a segunda vez em pouco mais de um mês que a Coreia do Norte escolheu conduzir "uma grande provocação, ameaçando não apenas a segurança da Península Coreana, mas da região e dos Estados Unidos".

Ele destacou que os EUA continuarão trabalhando com seus parceiros e membros do Conselho de Segurança da ONU em medidas significativas para frear a Coreia do Norte.

Já a embaixada norte-coreana afirmou que o país pretende continuar lançando foguetes com satélites ao espaço, segundo um comunicado da agência de notícias Interfax neste domingo.

"A agência estatal de exploração espacial, seguindo a política do Partido dos Trabalhadores da Coreia sobre dar prioridade à ciência e à tecnologia, continuará a lançar mais satélites feitos pelo homem", disse a embaixada em comunicado, de acordo com a Interfax.

Com Reuters e Associated Press

LEIA MAIS:

- Coreia do Norte diz que criou bebida que não causa ressaca

- A Coreia do Norte está tocando a mesma música de sempre. Só que um tom acima

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: