NOTÍCIAS
05/01/2016 19:43 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Corte no orçamento da PF não vai paralisar a Lava Jato, diz Cardozo

Montagem/Agência PT/Polícia Federal/Fotos Públicas

Apesar da previsão feita por delegados de que o corte de R$ 133 milhões no orçamento da Polícia Federal vai paralisar a Operação Lava Jato, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, nega que a categoria será prejudicada.

À Folha de S.Paulo, o ministro disse que está conversando com o Ministério do Planejamento para recompor o orçamento da corporação. “A Lava Jato não será interrompida e todas as outras operações não sofrerão cortes por força da situação orçamentária”, disse à Folha. “A Polícia Federal tem sido tratada com prioridade”, emendou.

De acordo com a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), com o corte, "contratos celebrados para garantir o seu regular funcionamento serão suspensos ou cancelados e projetos que visam ao seu aprimoramento serão completamente abandonados”.

Para a categoria, “afigura-se, portanto, uma nítida e grave situação de desmonte da Polícia Federal, que, inviabilizada em suas ações pelo arrocho orçamentário imposto pelo Governo Federal, restará impossibilitada de cumprir, com a mesma eficácia que a população se acostumou em ver e ainda mantém com muito esforço, suas investigações e demais atividades policiais, prejudicando sobremaneira a prestação do serviço à sociedade e a imagem de excelência que se consolidou ao longo dos anos”.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: