NOTÍCIAS
19/12/2015 18:46 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Recordar é viver! Paulinho da Força foi vice de Ciro Gomes na eleição presidencial de 2002

Divulgação/Paulinho da Força

Hoje rivais políticos, o deputado Paulinho da Força (SDD-SP) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) já foram muito próximos. Tão unidos que chegaram a formar uma chapa para disputar a presidência da República em 2002.

Segundo o site da Força Sindical, Paulinho se tornou amigo de Ciro Gomes depois de ter sido chamado por ele a Brasília – quando ministro da Fazenda do governo Itamar Franco –, para falar sobre uma greve dos sindicatos da Força Sindical no setor automobilístico.

Desde então, os dois mantiveram uma boa relação. Na época em que Paulinho foi confirmado candidato a vice, ele ganhou a disputa da ex-vereadora de Porto Alegre e secretária do PTB no Rio Grande do Sul, Sônia Santo. O acordo da composição da chapa foi firmado entre os presidentes do PTB, José Carlos Martinez, e do PDT, Leonel Brizola.

A distância entre os dois é marcada por um terceiro elemento, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha(PMDB-RJ).

Paulinho é um dos principais aliados do peemedebista, que tem sido um dos alvos dos irmãos Gomes. Recentemente, Ciro chamou Cunha de “o maior vagabundo de todos”.

Ciro também tem afirmado que Cunha será cassado e vai para a cadeia. Em março, o irmão dele, Cid Gomes, deixou o Ministério da Educação após atacar os parlamentares e acusar o peemedebista de “achaque”.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: