NOTÍCIAS
17/12/2015 12:21 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Bloqueio no Brasil tira WhatsApp do ar na Argentina e Chile

YASUYOSHI CHIBA via Getty Images
A screen shot of the popular WhatsApp smartphone application is seen after a court in Brazil ordered cellular service providers nationwide to block the application for two days in Rio de Janeiro, Brazil, on December 17, 2015. The unprecedented 48-hour blockage was to implement a Sao Paulo state court order and was to take effect at 0200 GMT Thursday, although it was not immediately clear if service providers would acquiesce to the order.The court said WhatsApp had been asked several times to cooperate in a criminal investigation, but had repeatedly failed to comply. AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA / AFP / YASUYOSHI CHIBA (Photo credit should read YASUYOSHI CHIBA/AFP/Getty Images)

O bloqueio do WhatsApp no Brasil está afetando também outros países.

Veículos de imprensa da América do Sul relatam que usuários de países vizinhos, principalmente Argentina e Chile, estão sem acesso ao aplicativo de mensagens.

O Diario Financeiro, do Chile, explica que isso acontece por conta de uma empresa que presta serviços a operadoras, a Level 3. Ela usa cabos submarinos e terrestres para levar a conexão até o Chile.

A Level 3 é responsável pela conexão internacional para operadoras chilenas como Entel, GTD e VTR. A solução foi recorrer a outras prestadoras de serviço que não apresentavam problemas.

Usuários da Argentina e Uruguai também foram afetados. Alguns sites relatam reclamações por parte de diversos usuários desses países. As causas, aqui, são as mesmas relacionadas à interrupção do serviço no Chile.

Alguns usuários da Venezuela compartilharam em redes sociais que estão tendo problemas para usar o WhatsApp. Não existe nenhuma confirmação até agora de que a causa do problema seja a decisão da Justiça de São Paulo.

No Brasil, o WhatsApp está fora do ar desde a 0h desta quinta-feira. A decisão partiu da Justiça de São Paulo, mas atingiu a todo o país.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: