MULHERES
11/12/2015 10:39 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Atriz Camila Pitanga é nomeada Embaixadora Nacional da Boa Vontade da ONU Mulheres

Darcio Tutak/LatinContent Stringer via Getty Images
SAO PAULO, BRAZIL - JUNE 14: Actress Camila Pitanga poses for a photo at the front row of the Andre Lima's fashion show during Sao Paulo Fashion Week Summer 2011 on June 14, 2010 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by Darcio Tutak/LatinContent/Getty Images)

No Dia Internacional de Direitos Humanos, comemorado na última quinta (10), a ONU Mulheres Brasil anunciou que a atriz Camila Pitanga é a mais nova Embaixadora Nacional da Boa Vontade.

Ela une forças à instituição para dar cada vez mais visibilidade aos direitos e o empoderamento das mulheres e auxiliar no combate à violência contra mulheres no Brasil.

No álbum #PorqueEscolhiEssaLuta apresentei dados sobre desigualdade de gênero e violência contra nós mulheres. Nos ú...

Posted by Camila Pitanga on Quinta, 10 de dezembro de 2015

"Quero colocar em prática o meu desejo de lutar contra tanta dor e desigualdade ainda vividas pelas mulheres. Obrigada, ONU Mulheres, por me empoderar, me orientar e me fazer compreender mais os dilemas e as soluções para as mulheres no mundo. Com muita honra – muita mesmo – já me considero parte do time", escreveu Camila em seu Facebook.

A atriz brasileira, que é também é diretora-geral da ONG Movimento Humanos Direitos, agora é a primeira personalidade das Américas a se tornar porta-voz pública da ONU Mulheres no Brasil.

Ela passa a ser a sétima personalidade no mundo a receber o título de embaixadora da entidade, sendo a segunda em âmbito nacional.

Soma-se às embaixadoras globais, as atrizes Nicole Kidman e Emma Watson e a princesa Bajrakitiyabha Mahidol, da Tailândia; regionais, tenista Sania Mirza (Sul da Ásia) e ator, cineasta e cantor Farhan Akhtar (Sul da Ásia); e nacional, atriz Hai Qing (China).

Também neste mês, a atriz Juliana Paes foi nomeada Defensora para a Prevenção e Eliminação da Violência contra as Mulheres da ONU Mulheres Brasil. Segundo a ONU, ela atuará em campanhas de conscientização pública sobre a questão.

"Me sinto lisonjeada com o convite e feliz por poder usar a visibilidade e credibilidade que conquistei para ajudar a levar essa mensagem preventiva de amor e respeito a favor das mulheres", escreveu a atriz em seu Facebook.

Em comunicado oficial da ONU, Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil, disse:

“Camila Pitanga tem uma bela e corajosa trajetória ligada às causas sociais, sendo incentivadora e porta-voz de direitos humanos da população brasileira. É uma mulher negra que aglutina muitas lutas pelos direitos políticos, econômicos, sociais, culturais e ambientais. De forma destemida, ela tem colaborado para a visibilidade de mobilizações políticas, sendo entusiasta de primeira hora dos movimento sociais e da própria ONU sempre em favor da igualdade. Camila é parte do nosso time e atuará no apoio público à sensibilização da sociedade brasileira para o alcance dos objetivos globais da ONU, com passos decisivos rumo à igualdade de gênero e ao fim do racismo, como propõe a Década Internacional de Afrodescendentes”

Segundo a ONU, inicialmente, Camila Pitanga atuará em defesa dos direitos humanos das mulheres por meio do empoderamento e da igualdade de gênero e no combate ao racismo, sexismo e preconceitos.

Uma das frentes de seu trabalho é nas redes sociais. Neste 10 de dezembro, Dia Internacional de Direitos Humanos, Camila divulgou em seu perfil no Facebook, a hashtag #PorqueEscolhiEssaLuta, com postagens com dados sobre a violação de direitos no Brasil.

#PorqueEscolhiEssaLuta

Posted by Camila Pitanga on Quinta, 10 de dezembro de 2015

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: