NOTÍCIAS
08/12/2015 16:10 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Eduardo Cunha recorre ao STF para afastar relator de seu processo de cassação

YASUYOSHI CHIBA via Getty Images
The president of the Chamber of Deputies, Eduardo Cunha, from the Brazilian Democratic Movement Party (PMDB) during a meeting with foreign correspondents in Rio de Janeiro, Brazil, on June 26, 2015. AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA (Photo credit should read YASUYOSHI CHIBA/AFP/Getty Images)

O advogado Marcelo Nobre, defensor do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou na abertura da sessão do Conselho de Ética na tarde desta terça-feira, 8, que recorreu ao plenário e ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a permanência do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) na relatoria do processo disciplinar. A defesa também aponta suspeição do relator.

Nobre disse que o recurso questiona a formação dos blocos no Conselho. O partido de Pinato integra o antigo bloco liderado pelo PMDB. A defesa alega que o parlamentar do PRB não poderia relatar um processo por quebra de decoro contra um deputado do mesmo bloco parlamentar.

O presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PSD-BA), determinou que um grupo de estudantes que acompanha a sessão guardasse os cartazes contra o peemedebista. Os cartazes traziam os dizeres: "Não ao golpe", "Mais sujo que pau de galinheiro" e "Sem Natal para Cunha".

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: