COMPORTAMENTO
01/12/2015 19:07 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:35 -02

Após acusações de estupro, estúdio rompe contrato com astro pornô James Deen

Stefania D'Alessandro via Getty Images
VENICE, ITALY - AUGUST 30: Actor James Deen attends 'The Canyons' Premiere during The 70th Venice International Film Festival at Sala Grande on August 30, 2013 in Venice, Italy. (Photo by Stefania D'Alessandro/WireImage)

Não demorou para os estúdios pornográficos começarem a se distanciar do ator James Deen. Começaram a surgir nesta semana denúncias de comportamento abusivo e estupro. Até ontem eram três atrizes com relatos extremamente fortes. Hoje, já surgiu um novo, desta vez anônimo.

A Kink, produtora gigantesca do pornô, anunciou nesta terça-feira (1) sua posição oficial. De acordo com um porta-voz da empresa, acusações deste tipo nunca podem ser aceitas nas produções de filmes adultos.

"Nossos artistas merecem não somente sets seguros, mas a capacidade de trabalhar sem medo de abuso", disse um representante da empresa. A empresa também não perdeu tempo e disse que encerrará todos os laços com Deen, tanto como produtor como ator.

O site Frisky, onde Deen publicava uma coluna com dicas de sexo (What Would James Deen Do?), também anunciou que não contará mais com os serviços do outrora príncipe da pornografia.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: