NOTÍCIAS
27/11/2015 11:38 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Sobe para nove o número de mortes confirmadas pelo rompimento da barragem da Samarco em Bento Rodrigues

Estadão Conteúdo

Sobe para nove o número de mortes confirmadas pelo rompimento da barragem da Samarco no Distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais.

Nesta quinta-feira (26) um dos corpos encontrados na região foi identificado como o de Mateus Marcio Fernandes, de 29 anos, funcionário de uma empresa terceirizada da mineradora.

O corpo foi localizado pelos bombeiros na madrugada em Ponte do Gama, subdistrito de Monsenhor Horta, a cerca de 30 quilômetros, em linha reta, de Bento Rodrigues. A identificação foi feita pela família pela arcada dentária.

Com a identificação do corpo, o número agora de desaparecidos depois da tragédia em Mariana é de dez. Outros quatro corpos ainda não foram identificados.

Pagamento

A Samarco divulgou nota na noite desta quinta-feira afirmando ter feito o depósito, no valor de R$ 500 milhões, acertado dentro do Termo de Compromisso Provisório (TCP) fechado com o Ministério Público Estadual (MPE) e o Ministério Público Federal (MPF) para pagamento de danos pelo rompimento da barragem da empresa no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana.

O montante corresponde à metade do total previsto. Conforme o acordo, o restante será repassado sob a forma de garantia bancária até 16 de dezembro.

Peixes mortos

O vazamento da lama da barragem da Samarco, que pertence à Vale e à anglo-australiana BHP Billiton, causou também devastação ambiental.

Nesta quinta-feira, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou que 11 toneladas de peixes morreram em função dos rejeitos de minério de ferro que atingiram o Rio Doce.

Do total, oito toneladas foram recolhidas em Minas Gerais e três no Espírito Santo, onde o rio deságua no mar. Ainda segundo o instituto, a retirada dos peixes mortos, que é feita pela Samarco, ainda não terminou.

Depoimentos

O diretor-presidente da Samarco, Ricardo Vescovi, será ouvido pelo MPE em Mariana na próxima terça-feira (1º). Na última quarta-feira (25), o executivo, e também representantes da Vale e da anglo-australiana BHP Billiton, prestaram depoimento à força-tarefa montada por procuradores do Ministério Público Federal (MPF) em Minas Gerais para apurar as causas do rompimento da barragem da Samarco em Bento Rodrigues.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: