NOTÍCIAS
25/11/2015 17:15 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Oposição usa prisão de Delcídio para ligar a Lava Jato ao Planalto

Montagem/Estadão Contéudo

A prisão do senador Delcídio Amaral surpreendeu os parlamentares nesta quarta-feira (25). Com tom moderado, os senadores e deputados evitaram atacar o então líder do governo e a oposição aproveitou para ligar o escândalo com o Planalto.

Para o senador Aécio Neves (PSDB-MG), os fatos desta quarta-feira mostram que a operação está “umbilicalmente” ligada ao governo.

"Não se montaria um esquema desse vigor se não houvesse beneplácito do governo, porque ele foi, em última instância, o grande beneficiário desse esquema.”

Líder do PT no Senado,Humberto Costa(PE), afastou qualquer ligação do caso com o governo. "É importante registrar também que não há, em nada que foi dito até agora, qualquer tipo de envolvimento ou participação do governo. Isso é importante dizer”, disse ao G1.

Ex-chefe da Casa Civil, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, evitou comentar o caso. Ao ser pressionado por jornalistas e questionado sobre como ficam as votações do ajuste fiscal, no momento em que o líder do governo é preso, ele respondeu que: “qualquer outra dificuldade política, nós vamos superar”.

O atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, também evitou comentar. Resumiu-se a dizer que o Planalto foi “pego de surpresa”.

(Com Estadão Conteúdo)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: