NOTÍCIAS
23/11/2015 13:00 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Por dentro do laboratório do Facebook em Heliópolis

Reprodução/Facebook

Fazia bastante calor quando chegamos à Estrada das Lágrimas, a entrada da comunidade de Heliópolis, na zona sul da cidade de São Paulo. Depois de quase 20 minutos de caminhada por ruelas movimentadas, entre gente para cima e para baixo, muitas crianças, carros, pipas e bolas de futebol, encontramos a casa que recebe o Laboratório de Inovação do Facebook, presente no bairro desde março. Próxima à porta grafitada por um artista morador do bairro, uma molecada se juntava para conseguir pegar o sinal do wi-fi e tirar onda com o smartphone.

Por dentro, o Laboratório é simples. São 15 notebooks enfileirados e uma lousa branca na frente. As paredes são pintadas de branco e azul-rede-social com o escrito Facebook em um dos cantos. Durante os três períodos do dia, acontecem cursos gratuitos sobre o uso da plataforma para empreendedores, marketing digital, informática básica e capacitação dos moradores da região – não são poucos os que chegam para aprender a ligar o computador, me disseram representantes da companhia.

Chamado de Facebook na Comunidade, o projeto surgiu em 2014 durante uma das feiras de empreendedorismo promovidas no Rio de Janeiro pela rede social. Na ocasião, o dono de uma lanchonete da favela da Rocinha contou aos executivos que 70% de suas vendas eram feitas por meio do seu perfil no Facebook. A semente da curiosidade estava plantada.

A partir daí, a empresa americana iniciou um levantamento sobre o uso da plataforma nas comunidades periféricas. A escolha de Heliópolis para abrigar o Laboratório foi influenciada pelo dado de que 90% dos 220 mil habitantes do local possuíam perfil na plataforma e apenas 15% dos empreendedores a utilizavam para fazer negócio. Interessado em reverter o quadro, o Facebook procurou a UNAS, a associação de moradores cujo lema é "transformar a região em um bairro educador", e a proposta foi aceita na hora.

[Continue lendo aqui]

LEIA MAIS:

- No passinho do abençoado: Os melhores vídeos de Funk Gospel no YouTube

- Onde vão parar as craques do futebol feminino brasileiro?

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: