ENTRETENIMENTO
23/11/2015 17:35 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

George R.R. Martin: 'Refugiados sírios são tão vítimas do Estado Islâmico quanto os mortos na França'

C Flanigan via Getty Images
SAN FRANCISCO, CA - MARCH 23: Writer/co-executive producer George R.R. Martin attends HBO's 'Game of Thrones' Season 5 Premiere at the San Francisco War Memorial Opera House on March 23, 2015 in San Francisco, California. (Photo by C Flanigan/Getty Images)

George R.R. Martin, escritor da série As Crônicas de Gelo e Fogo – que deu origem à série Game of Thrones, da HBO – anunciou sua posição em relação à crise dos refugiados.

Em contundente post em seu blog, Martin basicamente desmonta a decisão de vários estados dos EUA, seu país de origem, de não receber os sírios imigrantes após os ataques em Paris.

Após reproduzir o poema The New Colossus, de Emma Lazarus – presente na base da Estátua da Liberdade –, que ressalta o país americano como uma casa aberta para imigrantes, Martin escreveu:

"Para mim, a Dama da Liberdade e as palavras na base dela representam o melhor desta nação de imigrantes. Alguém deve se perguntar se todos os governadores (incluindo nosso próprio daqui do Novo México [onde vive o escritor], me envergonho em dizer) e congressistas que votaram contra a entrada de refugiados sírios já visitaram a Estátua ou leram as palavras na base. Se o fizeram, eles com certeza falharam em entendê-las".

E não parou por aí. Sobrou para Donald Trump também:

"Emma Lazarus acertou. Donald Trump e 31 governadores erraram, erraram, erraram. Os refugiados sírios são tão vítimas do Estado Islâmico quanto os mortos na França. Deixe-os entrar. Santa Fé [capital do Novo México], pelo menos, os receberá bem".

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: