NOTÍCIAS
19/11/2015 20:29 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

No passinho do abençoado: Os 10 melhores vídeos de Funk Gospel no YouTube

Gospel, o gênero de música cristã, tem firmado fortes alicerces no mercado fonográfico. Cada vez mais artistas da linha conhecida como "neopentecostalismo", o segmento mais tolerante e progressista da igreja batista, têm unido canções de louvor aos mais variados gêneros musicais. Fiéis não faltam. Hoje, cerca de 20% dos brasileiros, segundo o IBGE, aderiram ao "neopentecostalismo", sem dúvida um movimento que anda junto com a ascensão da classe C à nova classe média — parte da população brasileira cuja renda mensal está entre R$ 1.200 e R$ 5.174.

Isso quer dizer que a periferia é majoritariamente gospel. Mas a periferia também é funk. Juntando uma coisa com a outra, nada mais natural do que congregações que buscam atrair jovens fazendo do funk um meio de evangelização. É assim que o funk gospel só cresce com representantes do gênero como o MC Henrique H7, Igor DJ e, o Jay Z do funk gospel, Tonzão, que cravou, durante uma apresentação no Esquenta, programa da Rede Globo: "Nós somos crentes, mas não somos caretas, né?!".

Visualmente rudimentares, as produções dos "funkeiros de Deus" são videoclipes com letra no melhor estilo karaokê, feitas no Movie Maker — ou algum software do tipo bem limitado. Com um refrão bem correria e chiclete, como no funk secular, as canções costumam não ultrapassar duas estrofes. Precursor do movimento, Tonzão, ex-Hawaianos ( do hit Vem Quicando), é o cara que encabeça nossa playlist com os vídeos MAIS ABENÇOADOS de todos no YouTube.

Vem de bonde, vem quicando e não esqueça o dízimo.

10. FUNK GOSPEL 2016 (IGOR DJ FEAT TONZAO E DECAO): JESUS E BOM E O DIABO VACILAO UFG

"Jesus é bom e o diabo é Vacilão", é assim que DJ Igor, um dos nomes mais representativos do funk gospel, abriu o Rio Parada Funk neste ano. Suas produções são bem GRUDENTAS, dignas de coro em final de campeonato.

9. MARCINHO GOSPEL FUNK: COM FÉ NO SENHOR

Com participação do Mc Vanone, Marcinho ajuda a responder a famosa pergunta: "Qual a diferença entre o charme e o funk?". Tudo numa estética bem Espaço Rap.

[Continue lendo aqui]

LEIA MAIS:

- Meu ex-namorado, o estuprador

- ​A história da Brasileirinhas, a maior produtora de filmes pornográficos do Brasil

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: