ENTRETENIMENTO
16/11/2015 17:57 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

Em show, Madonna canta 'Like a Prayer' e faz homenagem às vítimas dos atentados em Paris (VÍDEO)

Em show realizado no último sábado (14), em Estocolmo, Suécia, dia seguinte aos atentados terroristas em Paris, Madonna fez um discurso emocionado sobre a tragédia, além de prestar homenagem às vítimas.

A pop star disse para a plateia: "Este show todo é sobre celebrar a vida, reivindicar seus direitos, lutar pelo que você acredita. (...) Tem sido difícil para mim fazer esse show sem me esquecer dos assassinatos ontem em Paris".

Emocionada e sob aplausos, ela questionou:

"Por que estou aqui dançando e me divertindo, e as pessoas estão chorando pela perda seus amados? No entanto, é isso o que essas pessoas [os terroristas] querem. Elas querem nos calar. Querem nos silenciar. E nós nunca as deixaremos [fazer isso], porque há poder na unidade e eu acredito que por mais que haja caos, dor, violência sem sentido e terrorismo – que ocorre no mundo todo, não só em Paris –, há mais bondade nesse mundo. E nós estamos aqui para provar isso".

Em seguida, Madonna comenta que pensou em cancelar o show daquela noite, mas – diferente das bandas U2, Foo Fighters e Eagles of Death Metal – optou por seguir em frente, pois prefere usar a liberdade universal de se divertir em vez de ceder ao medo.

"Todos os lugares onde as pessoas morreram, eram lugares em que elas estavam se divertindo, comendo em restaurantes, dançando, cantando, assistindo a um jogo de futebol. Nós merecemos essas liberdades porque trabalhamos duro e ninguém nesse mundo deve ter o direito de nos impedir de fazer o que amamos".

A cantora reforça que há pessoas que não respeitam a vida humana, mas "nunca, nunca mudaremos este mundo se não mudarmos a nós mesmos".

"Não é elegendo outro presidente ou matando outras cem pessoas. O jeito de mudar o mundo é mudando a forma que tratamos um ao outro diariamente. Precisamos tratar todo ser humano com dignidade e respeito. Esta é a única coisa que mudará o mundo. Apenas o amor mudará o mundo. Mas é muito difícil de amar incondicionalmente e é muito difícil de amar o que é diferente de nós, mas precisamos fazer isso [amar uns aos outros], ou isso [o terrorismo] continuará para sempre."

Após um momento de silêncio, Madonna convida a plateia para cantar com ela, em homenagem às vítimas e suas famílias, o antológico hit Like a Prayer, lançado em 1989.

Ela também cantou La Vie en Rose, clássico da música francesa imortalizado na voz de Édith Piaf (1915-1963) sobre o amor e a sobrevivência à guerra.

Atualmente, Madonna tem viajado pelo mundo com a Rebel Heart Tour, para divulgar seu disco mais recente, Rebel Heart, lançado em março deste ano.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: