NOTÍCIAS
13/11/2015 13:18 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

Pnad: Dando continuidade aos anos anteriores, taxa de analfabetismo no Brasil cai mais uma vez em 2014

Fotos GOVBA/FIickr
Culminância do projeto de leitura dos estudantes da Escola Especial Lemos de Brito/Penitenciária Lemos de Brito.Foto de Aristeu Chagas/Agecom.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio 2014 (Pnad), divulgada hoje (13) revelou que, entre as pessoas acima de 15 anos de idade, a taxa de analfabetismo diminuiu de 8,5% para 8,3%.

O Brasil tinha 13,3 milhões de pessoas analfabetas em 2013. No ano passado, esse contingente era de 13,2 milhões.

O Nordeste continua detendo a taxa mais elevada de analfabetismo, da ordem de 16,6%. Já as menores taxas foram apresentadas pelas regiões Sul (4,4%) e Sudeste (4,6%).

A pesquisa mostra que, entre os analfabetos, 8,6% eram homens e 7,9%, mulheres.

Houve um aumento da escolarização no país, no ano passado. O maior crescimento foi identificado entre crianças de 4 e 5 anos de idade, cuja taxa subiu de 81,4%, em 2013, para 82,7%, em 2014.

Histórico

Desde 2012, o número de pessoas que não sabem ler e escrever no Brasil diminui a cada ano.

A Meta do Plano de Educação ainda está longe de ser alcançada, no entanto. A previsão que consta é reduzir a taxa para 6,5% até 2015.

MAIS PNAD NO HUFFPOST BRASIL:

- Trabalho infantil volta a crescer no Brasil e tem maior alta dos 5 aos 9 anos

- Desemprego entre junho e agosto sobe para 8,7% e renova máxima histórica

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: