NOTÍCIAS
12/11/2015 17:33 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:24 -02

Dilma: Multa inicial à Samarco pelo desastre de Mariana é de R$ 250 milhões

Roberto Stuckert Filho/PR

Depois de sobrevoar a área atingida pelo rompimento de duas barragens em Mariana (MG), a presidente Dilma Rousseff informou que o Ibama multará a mineradora Samarco, controlada pela Vale e pela BHP, em R$ 250 milhões.

"A multa preliminar é de R$ 250 milhões por dano ambiental e comprometimento da bacia hidrográfica, dano ao patrimônio público e pela interrupção da energia elétrica.”

De acordo com a presidente, os estados atingidos poderão pedir ressarcimento à mineradora. Além de Minas Gerais, a onda de lama já chega em Colatina, no Espírito Santo.

O governo do estado já decretou estado de emergência na área. Até o próximo sábado a onda também deve atingir as cidades capixabas de Baixo Gandu e Linhares.

A presidente chegou à região de Mariana sete dias após o rompimento das barragens, que deixou pelo menos seis mortos, 21 desaparecidos e mais de 600 desabrigados. O rompimento das barragens já é considerado o maior desastre ambiental do País.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: