MULHERES
09/11/2015 20:56 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Como uma grafiteira brasileira está empoderando as mulheres do mundo todo

Panmela Castro

Panmela Castro está usando sua arte para denunciar os altos índices de violência contra as mulheres no Brasil.

Baseada no Rio de Janeiro, a grafiteira feminista e ativista usa seu talento para criar murais que falam sobre o problema da violência doméstica, da desigualdade de gêneros e dos maus-tratos sofridos pelas mulheres.

“Lidamos com situações em que somos condicionadas a obedecer e que na maioria das vezes são opressivas ou preconceituosas”, disse ela ao The Huffington Post por email.

“É por isso que temos de mudar o que se entende por mulher em todo o mundo.”

Segundo o Fundo da ONU para Acabar com a Violência contra as Mulheres, uma mulher é atacada em São Paulo a cada 15 segundos.

Este ano, a presidente Dilma Rousseff sancionou uma lei que estabelece sentenças rigorosas para homicídios relacionados a violência doméstica, citando a estatística chocante de que 15 mulheres são assassinadas por dia no país, muitas delas vítimas de violência em casa.

Castro espera dar início a uma conversa mais ampla sobre gênero e feminismo com seu trabalho e com uma organização criada por ela e chamada de Rede Nami, que realiza workshops no Brasil e em outros países com o objetivo de empoderar as mulheres por meio da arte.

“Nos workshops temos um espaço seguro para dar voz a mulheres que em outras circunstâncias nunca falariam sobre esse lado de suas vidas”, disse ela ao HuffPost. “Nesse sentido, o grafite é uma ferramenta de comunicação.”

Apesar de baseada no Brasil, Castro já grafitou no mundo inteiro, usando seu trabalho para mostrar como a arte pode ter impacto.

“Em arte não existe certo ou errado, bom ou mau, bonito ou feio”, diz ela. “É um espaço de experimentação, liberdade e reflexão. Arte é como podemos ser influenciados e ser uma influência.”

Conheça mais do trabalho de Castro abaixo.

  • Rio de Janeiro, 2013
    Rio de Janeiro, 2013
    PANMELA CASTRO
  • Rio de Janeiro, 2013
    Rio de Janeiro, 2013
    PANMELA CASTRO
  • Nova York, 2015
    Nova York, 2015
    PANMELA CASTRO
  • Linares, Espanha, 2012
    Linares, Espanha, 2012
    PANMELA CASTRO
  • Santiago, Chile, 2012
    Santiago, Chile, 2012
    PANMELA CASTRO
  • PANMELA CASTRO
  • Mangaratiba, 2013
    Mangaratiba, 2013
    PANMELA CASTRO
  • Madison, Estados Unidos, 2012
    Madison, Estados Unidos, 2012
    PANMELA CASTRO
Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: