NOTÍCIAS
26/10/2015 11:16 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Zelotes: Em nova fase, PF cumpre 33 mandados e faz busca e apreensão em empresa do filho de Lula

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira uma nova fase da operação Zelotes, que investiga fraude em julgamentos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf),

Estadão Conteúdo

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (26) uma nova fase da operação Zelotes, que investiga fraudes em julgamentos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) -- vinculado ao Ministério da Fazenda.

De acordo com a PF, são 33 mandados judiciais, sendo seis de prisão preventiva, nos Estados de São Paulo, Piauí, Maranhão e Distrito Federal.

A operação tem como objetivo investigar e desarticular organizações criminosas que manipulavam o trâmite de processos e resultados de julgamentos do Carf, de acordo com a polícia. Além dos mandados de prisão, foram expedidos 18 mandados de busca e apreensão e 9 de condução coercitiva.

Segundo a revista Época, a empresa LFT Marketing Esportivo, de Luis Claudio Lula da Silva -- um dos filhos do ex-presidente Lula -- foi uma das recebeu mandado de busca e apreensão.

Ainda de acordo com o site, foram presos preventivamente o lobista Alexandre Paes dos Santos -- que intermediava o contato entre as empresas e conselheiros do Carf; e o consultor José Ricardo da Silva.

"Esta nova etapa da operação aponta que um consórcio de empresas, além de promover a manipulação de processos e julgamentos dentro do Carf, também negociava incentivos fiscais a favor de empresas do setor automobilístico", disse a PF em comunicado.

Segundo o Ministério Público Federal, 74 julgamentos realizados entre 2005 e 2013 pelo Carf que estão sendo analisados somam 19,6 bilhões de reais que deixaram de ser recolhidos aos cofres públicos -- o que corresponderia ao triplo do valor inicial da Operação Lava Jato.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: