NOTÍCIAS
30/09/2015 12:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

PMs da UPP filmados forjando cena de crime no Morro da Providência serão indiciados

[EM PRIMEIRA MÃO]Denúncia de moradores da Povidência, que Policiais que realizam uma operação na comunidade, FORJARAM um suposto traficante.. o que vocês tem a dizer ?ah, as outras páginas, podem copiar tá kkkkkk

Posted by Blog Crimes News on Terça, 29 de setembro de 2015

A Divisão de Homicídios, que investiga a morte do adolescente Eduardo Felipe Santos Victor, de 17 anos, vai indiciar os cinco policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) filmados forjando a cena do crime, no Morro da Providência, centro, por fraude processual. Os policiais foram presos em flagrante e deixaram a delegacia por volta de 5h desta quarta-feira (30). Todos foram levados para o Batalhão Prisional da PM.

Participaram da ação os policiais Éder Ricardo de Siqueira e o Gabriel Julião Floriado, os únicos que, inicialmente, seriam indiciados por fraude processual, além de Riquelme de Paulo Geraldo, Paulo Roberto da Silva e Pedro Vítor da Silva. Os cinco responderão também a Inquérito Policial Militar (IPM), que investiga administrativamente a conduta dos agentes.

Segundo a polícia, um grupo de PMs fazia uma ronda de rotina quando, na região da Pedra Lisa, se depararam com criminosos que atiraram contra os agentes. Os policiais revidaram e o adolescente, que estaria com uma pistola 9 mm e munição, morreu. A pistola e a munição foram apreendidas.

Foi realizada perícia no local onde o adolescente morreu e as armas dos policiais foram recolhidas.

Após o confronto, moradores se reuniram e atiraram pedras contra os policiais, em um ato que durou cerca de uma hora e assustou quem passava de carro pelo local. À noite, quando os policiais deixavam a 4ª Delegacia de Polícia, centro, houve novo protesto e policiais do Batalhão de Choque lançaram bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: