NOTÍCIAS
30/09/2015 17:01 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

As 17 brasileiras presentes no ranking Times Higher Education das melhores universidades do mundo em 2015

Montagem/Wikipédia/Divulgação

A Universidade de São Paulo (USP) é a melhor universidade do Brasil, de acordo com o World University Rankings 2015-2016, divulgado na tarde desta quarta-feira (30) pelo Times Higher Education (THE), instituto que avalia anualmente as melhores universidades do mundo.

Apesar de liderar entre as instituições do País, a USP piorou o desempenho em relação ao ranking de 2014. Ela ficou entre a 251-300 posições neste ano, enquanto no anterior, estava entre os 201-225 lugares. A partir do 200º lugar, as universidades são divididas por faixasem entre as posições, não mostrando a real colocação.

Além da USP, outras brasileiras aparecem no ranking, como a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica) e UnB (Universidade de Brasília).

No ranking mundial, a americana California Institute of Technology lidera entre as melhores em 2015. Ela é seguida pela britânica University of Oxford, Stanford University (EUA), University Of Cambridge (Reino Unido) e Massachusetts Institute of Technology (EUA).

A renomada Harvard University, que geralmente lidera os rankings universitários internacionais, aparece apenas na 6ª posição este ano.

Veja aqui a lista das 200 melhores universidades do mundo.

Entre os BRICs, a China lidera com 37 universidades no ranking deste ano. O Brasil aparece em segundo, com 17 instituições, enquanto Rússia e Índia têm 13 listadas cada.

Na América Latina, o Brasil é o país com maior número de universidades. Argentina, Colômbia e México têm duas instituições cada e o Chile tem seis.

Segundo o editor do Times Higher Education World University Rankings, Phil Baty, os gastos com pesquisas e desenvolvimento têm aumentado no Brasil desde 2004, mas ainda representam muito pouco do PIB (apenas 2%). Além disso, ele lembra que o financiamento para o incentivo às pesquisas caiu entre 2002 e 2015.

"Ele [o Brasil] deve investir mais na área de pesquisa se quiser se igualar aos seus companheiros do BRIC [China e Rússia]", disse.

Para chegar às 800 melhores instituições do mundo, o Times Higher Education leva em consideração o número de pesquisas publicadas em revistas e jornais científicos, assim como citações em outras pesquisas, reputação de professores, nível educacional dos docentes e número de pesquisas publicadas por eles, entre outros indicadores.

As melhores universidades brasileiras

Veja abaixo quais são as instituições do País presentes no ranking da Times Higher Education:

Galeria de Fotos As melhores universidades do Brasil Veja Fotos

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: