NOTÍCIAS
29/09/2015 14:38 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Siemens lança programa de estágio para integrar refugiados no mercado de trabalho alemão

AP

O grupo tecnológico e industrial alemão Siemens anunciou o lançamento de um programa de estágio para integrar refugiados no mercado de trabalho da Alemanha.

Segundo comunicado da empresa, o programa oferecerá 100 vagas de estágio adicionais na companhia, vai dispor instalações para abrigar os estagiários e ensinar alemão. Além disso, a Siemens prestará serviços e doações no valor total de 2 milhões de euros.

O programa já foi iniciado na fábrica em Erlangen e deve ser estendido em outras sedes em diferentes regiões do país.

"A Siemens e seus colaboradores já têm feito muito nas últimas semanas para ajudar a satisfazer as necessidades das pessoas que acabaram de chegar. Agora, nosso compromisso é contribuir a longo prazo para integrar estas pessoas no mercado de trabalho", disse o CEO da empresa, Joe Kaeser.

O programa de estágio inclui treinamento profissional, aulas em alemão e tem duração de seis meses. A preparação profissional é baseada no programa de formação da empresa iniciado em 2012 e, ao final do treinamento, os selecionados podem conquistar vagas permanentes na companhia.

Os estágios terão início no ano que vem e são exclusivos para refugiados que estão no processo de pedido de asilo no país. A companhia alemã ainda vai permitir que seus empregados colaborem com a ajuda aos refugiados em horário de trabalho, sem descontos no salário.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: