ENTRETENIMENTO
21/09/2015 15:28 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Emmy 2015: 11 momentos marcantes (e imperdíveis) do Emmy Awards 2015

Surpresa foi a palavra de ordem desta noite! Com apresentação de Andy Samberg, a 67ª edição da maior premiação da televisão norteamericana foi marcada por vencedores inesperados, recordes e aparições surpresa. Em Los Angeles, o considerado "Oscar da TV americana" consagrou Game of Thrones e Veep como os grandes vencedores do ano. Confira, a seguir, os melhores momentos!

O público aplaudiu de pé quando Allison Janney ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Série Cômica por seu papel em Mom. Depois de agradecer aos produtores e diretores, Janney dedicou o troféu a todos que, assim como sua personagem, possuem algum tipo de vício.

Jill Soloway foi a única mulher indicada à categoria de Melhor Direção em Série Cômica, pelo episódio Best New Girl, da série Transparent. E é claro que ela faturou a estatueta! Ao receber o prêmio, a diretora reforçou a necessidade de leis que concedam igualdade aos transgêneros.

Não teve quem não ovacionou Jeffrey Tambor quando ele foi anunciado o vencedor da categoria Melhor Ator em Série Cômica por seu trabalho em Transparent. Além de já ter ganhado o Globo de Ouro pelo mesmo papel, Tambor era o queridinho do público para o título (nós também apostamos em sua vitória, lembra?). Ao subir no palco, o ator ofereceu o prêmio à equipe, à esposa e à comunidade trans. Merecido!

E o que dizer de Lady Gaga lacrando a vida ao subir lindíssima no palco do Emmy para entregar a Richard Jenkins o troféu de Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme por Olive Kitteridge? Achou estranho? A gente explica: a Mother Monster estava por lá porque ela integrará a próxima temporada de American Horror Story, fazendo o papel da dona de um hotel. Promete, sim ou claro?

Uma das partes que mais surpreendeu foi quando Uzo Aduba, a Crazy Eyes, de Orange is the New Black, não segurou as lágrimas e emocionou todo mundo ao receber o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática! "Se eu pudesse agradecer mil vezes, isso não seria o suficiente. Eu amo vocês, principalmente porque vocês deixam eu ser quem sou", agradeceu.

Outro momento de arrepiar foi quando absolutamente todos se levantaram para aplaudir Jon Hamm, que ganhou como Melhor Ator em Série Dramática pelo papel de Don Draper, em Mad Men. Vale lembrar que Hamm já tinha sido indicado a oito Emmys, mas nunca tinha conseguido levar a estatueta para casa. Desta vez, ao viver o seu icônico personagem na última temporada da série, era impossível não torcer por ele!

"A única coisa que separa mulheres negras de todas as outras pessoas é a oportunidade. Não se pode ganhar um Emmy por papéis que não existem. Esse prêmio é para todos os roteiristas que redefiniram o que significa ser uma atriz principal negra. Para todas as Taraji, Kerry Washington, Halle Berry", ressaltou Viola Davis ao comemorar que How to Get Away With Murder a fez ser a primeira mulher negra a receber o prêmio de Melhor Atriz em Série Dramática. Maravilhosa!

E o que foi a aparição surpresa de Tracy Morgan? Depois de ter sofrido um acidente de carro, em junho de 2014, o comediante teve traumatismo craniano e ficou oito dias em coma. No palco, ele não conteve a emoção de ter se recuperado e estar de volta. "Graças aos médicos e ao apoio da minha família e da minha linda mulher, eu cheguei aqui com os meus próprios pés. Que Deus os abençoe por todo o amor, as orações e os pensamentivos positivos que me enviaram pelos últimos 15 meses. Estou honrado de estar aqui, no Emmy", orgulhou-se.

Foi impossível não se surpreender com o destaque que a minissérie Olive Kitteridge teve nesta noite. Com apenas quatro episódios, que foram exibidos exclusivamente pela HBO, a produção faturou seis estatuetas: Melhor Minissérie, Melhor Ator (com Richard Jenkins), Melhor Atriz (com Frances McDormand), Melhor Ator Coadjuvante (com Bill Murray), Melhor Direção e Melhor Roteiro. Uau!

Rolou a maior festa quando o elenco e a produção de Veep subiram ao palco para comemorar o título de Melhor Série de Comédia. Além dele, a produção ainda faturou os troféus de Melhor Roteiro, Melhor Ator Coadjuvante (com Tony Hale) e Melhor Atriz de Comédia (com Julia Louis-Dreyfus). Para comemorar o quarto Emmy que recebeu por sua atuação na série, Julia clicou uma selfie com Mel Brooks ainda no palco. Fofos!

E, para encerrar a noite em grande estilo, Game of Thrones não só foi coroada como Melhor Série Dramática, mas também se tornou recordista do Emmy. Ao somar 12 estatuetas (incluindo os prêmios técnicos e os títulos de Melhor Roteiro e Direção de Série Dramática e o de Melhor Ator Coadjuvante, com Peter Dinklage), a produção se tornou a mais premiada em uma única temporada. Poderosos!

LEIA MAIS:

- Viola Davis é primeira mulher negra a ganhar Emmy de melhor atriz dramática

- Emmy 2015: 'Game of Thrones' e 'Veep' são as grandes vencedoras

-15 das 18 indicadas ao Emmy de melhor atriz têm mais de 35 anos. Isso é magnifico!

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: