NOTÍCIAS
17/09/2015 14:03 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Explosão em caminhão de combustível no Sudão do Sul deixa mais de cem mortos

TONY KARUMBA via Getty Images
South Sudanese sit on a truck with their belongings as it heads out of Juba on December 21, 2013 where tension remains high fueling an exodus of both local and foreign residents from the south Sudanese capital. Brutal fighting in South Sudan has reopened deep-rooted ethnic divisions, forcing tens of thousands of terrified residents to seek shelter at UN bases or flee in fear of attacks. United Nations peacekeepers are currently sheltering over 35,000 civilians in various bases across the country, many belonging to the minority ethnic group in their respective areas. AFP PHOTO / TONY KARUMBA (Photo credit should read TONY KARUMBA/AFP/Getty Images)

Mais de 100 pessoas morreram no Sudão do Sul quando um caminhão de combustível explodiu no momento em que uma multidão tentava roubar a carga do veículo, que havia sofrido acidente em uma estrada, disse uma autoridade regional nesta quinta-feira (17), um dia após o incidente.

Além dos mortos na explosão de quarta-feira (16), Charles Kisagna, ministro da Informação do Estado de Equatória Ocidental, disse que cerca de 50 pessoas ficaram gravemente feridas.

“Não temos equipamento médico, e estas pessoas podem não sobreviver porque não temos as instalações para tratar de pessoas com queimaduras graves”, disse ele à Reuters, acrescentando que o caminhão viajava da capital Juba para Equatória Ocidental.

Segundo informações da BBC, devido à falta de recursos básicos, autoridades do país estão apelado à Cruz Vermelha - que, no primeiro momento, mandou kits suficientes para tratar pelo menos 50 pacientes - e à ONU para ajuda. Faltam cilindros de oxigênio e analgésicos, o que dificulta o tratamento dos queimados. Médicos de outras regiões do país também estão sendo levados ao local do acidente para ajudar.

Incidentes deste tipo já aconteceram antes na região do leste africano, onde os caminhões-tanque muitas vezes têm que percorrer longas distâncias em estradas esburacadas e atravessar comunidades pobres.

Desta vez, segundo autoridades, moradores de uma cidade próxima tentavam recolher o combustível enquanto o motorista tentava obter ajuda em um vilarejo. A explosão teria sido causada por um cigarro.

Quase não há vias asfaltadas no Sudão do Sul, uma das nações mais pobres do continente e mergulhada em um conflito armado desde dezembro de 2013. O governo e rebeldes assinaram um acordo de paz em agosto, mas o cessar-fogo já foi violado.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: