ENTRETENIMENTO
17/09/2015 15:04 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Elton John transforma brincadeira em chance de falar sobre homofobia na Rússia

Getty Images/Montagem

Pregaram uma peça no cantor inglês Elton John. Mas ela não foi de todo ruim: Elton conseguiu transformar o episódio em uma oportunidade para falar de um assunto muito importante que ele defende há décadas: os direitos LGBT.

Dois comediantes russos – Vladimir "Vovan" Krasnov e Alexei "Lexus" Stolyarov – aproveitaram um show de Elton pelo país para fazer uma pegadinha por telefone. Fingindo Vladimir Putin e seu intérprete, eles chamaram Elton para uma falsa reunião sobre os direitos LGBT dos russos.

A Rússia é um dos países mais homofóbicos do mundo.

Elton caiu na pegadinha: disse que aceitaria conversar com "Putin" e postou no Instagram uma mensagem de gratidão ao "presidente" por ele se abrir para o diálogo.

Logo depois, o Kremlin esclareceu a situação, alegando que não teve conversa coisa nenhuma.

Ao saber que foi vítima de uma pegadinha, Elton, que sempre foi crítico à política discriminatória do governo russo, aproveitou para discursar sobre a homofobia:

A photo posted by Elton John (@eltonjohn) on

"Brincadeiras são engraçadas. Homofobia, entretanto, nunca é engraçada. Amo a Rússia e minha proposta de conversar com o presidente Putin sobre direitos LGBT ainda está de pé", disse o cantor, na mensagem.

"Eu sempre fico do lado daqueles que são degradados ou discriminados. É um incidente infeliz que nos ajudou a destacar esse assunto vital, então estou feliz por ter sido alvo da brincadeira nesta ocasião."

Touché!

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: