NOTÍCIAS
13/09/2015 20:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Diante de onda de refugiados, Alemanha restabelece controle de fronteira

ASSOCIATED PRESS
Migrants and refugees arrive at a tent village at the Donnersberg bridge close to the central train station in Munich, Germany, Sunday Sept. 13, 2015 .Hundreds of thousands of Syrian refugees and others are still making their way slowly across Europe, seeking shelter where they can, taking a bus or a train where one is available, walking where it isn't. (Andreas Gebert/dpa via AP)

Cerca de 13 mil refugiados entraram a Munique no sábado (12), e a expectativa é que, até o fim deste domingo, o número chegasse a 40 mil imigrantes.

Diante do fluxo massivo de imigrantes, a Alemanha decidiu restabelecer temporariamente o controle na fronteira com a Áustria. O tráfego de trens está suspenso até segunda (14), e policiais federais foram lotados na divisa com aquele país para "comprovar imediatamente quem tem direito a asilo".

De acordo com o ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maiziere, a medida foi tomada por razões de segurança. Em entrevista ao jornal Der Tagesspiegel, o vice-chanceler alemão, Sigmar Gabriel, ressaltou a necessidade do envolvimento de outros países europeus, dos Estados Unidos e dos estados do Golfo Pérsico na questão.

"Não é possível que bilhões de euros sejam mobilizados em poucas semanas para resgatar bancos, mas que a comunidade internacional não seja capaz de providenciar nem uma fração deste montante para resgatar pessoas", disse.

Desde o início do mês, mais de 63 mil pessoas já chegaram a Munique, principal porta de entrada da Alemanha para refugiados.

(Com informações do Estadão Conteúdo e Associated Press)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: