NOTÍCIAS
10/09/2015 11:42 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Senegaleses são alvo de bananas em Londrina (PR) e mulher pede desculpa por todos os brasileiros (VÍDEOS)

“O povo brasileiro não é assim. Ela não representa o Brasil. Você perdoa”. Foi assim que uma moradora de Londrina, no interior do Paraná, se dirigiu ao senegalês Ngale Ndiaye, de 31 anos, na manhã desta quarta-feira (9). O pedido de desculpas veio após ele e outros três senegaleses serem alvos de bananas, atiradas de um prédio, no centro da cidade paranaense.

O grupo de senegaleses, que vivem em Londrina há dois anos, estava vendendo bijuterias quando uma mulher, moradora de um prédio próximo, começou a atirar bananas nos ambulantes, chamando-os de ‘macaco’, ‘preto’, e ‘ladrão’, de acordo com informações do site local Bonde. Não satisfeita, a moradora ainda desceu e agrediu um dos senegaleses com um tapa.

Diante da confusão, a Polícia Militar foi chamada. Pessoas que passavam pelo local ficaram revoltadas e algumas chegaram a tentar agredir a moradora, autora dos insultos e atos racistas. Em entrevista à reportagem da TV Tarobá, um vizinho da moradora disse que “ela é louca” e possuiria problemas psiquiátricos.

“Ganho dinheiro e mando para meus pais, minha mulher e meus filhos, que continuam no Senegal. Só estou aqui para trabalhar, só para isso”, disse Ndiaye, que afirmou não ter sido alvo de racismo anteriormente na cidade.

O boletim de ocorrência na Polícia Civil vai apurar se a autora dos insultos racistas era responsável ou não pelos seus atos, ou se será considerada incapaz.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: