NOTÍCIAS
09/09/2015 19:49 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Standard & Poor's retira grau de investimento para o Brasil

EVARISTO SA via Getty Images
Brazilian President Dilma Rousseff speaks during meeting of the Vocational Education Project for Young People, the Pronatec, at Planalto Palace in Brasilia on July 28, 2015. Seeking to improve her popularity, currently about 7% of the population considered good or excellent, the President Rousseff will launch a campaign on social medias with videos that show the action of her government. AFP PHOTO / EVARISTO SA (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP/Getty Images)

A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) rebaixou o rating do Brasil de BBB- para BB+ e manteve a perspectiva negativa da nota. Com o rebaixamento, o País passa a ser grau especulativo pela agência.

"Os desafios políticos do Brasil continuam a aumentar, pesando sobre a capacidade e a vontade do governo em apresentar um orçamento para 2016 ao Congresso coerente com a correção política significativa sinalizada durante a primeira parte do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff", diz a agência.

O rebaixamento da nota do Brasil pela S&P ocorre pouco mais de um mês depois de a agência ter revisado a perspectiva do rating do País de estável para negativo.

"Acreditamos que o perfil de crédito do Brasil enfraqueceu ainda mais desde 28 de julho, quando revisamos a perspectiva sobre o Brasil para negativo. Naquela época, nós sinalizamos um aumento dos riscos para a execução das mudanças políticas corretivas já em curso, principalmente decorrentes da dinâmica política de fluidos no Congresso associados com os efeitos das investigações de corrupção na empresa estatal de energia Petrobras. Percebemos agora menos convicção dentro do gabinete da presidente em políticas fiscais", afirma o relatório da S$P.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: