MUNDO
03/09/2015 19:10 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Bayern de Munique doa R$ 4,2 milhões e vai ensinar alemão aos refugiados

ANGELIKA WARMUTH via Getty Images
A young fan of Bayern Munich celebrates at the Marienplatz square the team's German football league champion's title after the German first division Bundesliga football match between Bayern Munich and Stuttgart in Munich, southern Germany, on May 10, 2014. AFP PHOTO / ANGELIKA WARMUTH (Photo credit should read ANGELIKA WARMUTH/AFP/Getty Images)

O Bayern de Munique é gigante. Dentro de campo, a equipe comandada por Pep Guardiola inovou e jogou com uma surpreendente (e ofensiva) escalação sem nenhum zagueiro de origem. A melhor parte vem agora. Do lado de fora das quatro linhas.

O clube mais vencedor da Alemanha decidiu fazer a sua parte na crise dos refugiados que toma a Europa. Os bávaros anunciaram nesta quinta-feira (3) medidas para acolher crianças. O foco principal será a organização de refeições, aulas de alemão e prática de esportes.

Em comunicado oficial, os bávaros explicam as medidas. “Por meio de nossas categorias de base, o Bayern pretende estabelecer um ‘campo de treinamento’ para os refugiados nas próximas semanas. Crianças e jovens vão treinar, tomar aulas de alemão e serem fornecidas com refeições e uniformes de futebol”.

O Bayern doará ainda 1 milhão de euros (R$ 4,2 milhões) para projetos de acolhimento. "O clube vê, como parte de sua responsabilidade social, ajudar as crianças, as mulheres e os homens que tiveram que fugir de seus países, que passam necessidades, assim como acompanhá-los na Alemanha", disse o executivo-chefe do time, Karl-Heinz Rummenigge.

As torcidas já tinham dado um show de respeito e acolhida. Agora é um clube. Nenhum 7x1 é de graça.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: