NOTÍCIAS
02/09/2015 17:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Criada para desarticular quadrilhas, CPI quer ouvir Dilma Bolada e movimentos anti-PT

Montagem/Planalto/Estadão Conteúdo

A CPI dos Crimes Cibernéticos, criada para desarticular quadrilhas que atuam no mundo virtual, aprovou convites para ouvir o publicitário Jeferson Monteiro, criador do perfil da Dilma Bolada, e líderes de movimentos contrários à presidente Dilma Rousseff, como o Movimento Brasil Livre e o Revoltados Online.

Na justificativa do requerimento de convite a Jeferson Monteiro, o deputado Alexandre Leite (DEM-SP) argumenta que o publicitário, segundo a revista Época, encabeça lista de pagamentos da Pepper a agência que faz guerrilha virtual para o Partido dos Trabalhadores”.

Segundo ele, na última campanha eleitoral cresceu a atuação dessas guerrilhas, "as quais utilizam o ambiente da internet para caluniar, difamar, injuriar e proferir toda espécie de ofensas contra partidos e candidatos”.

Já o requerimento do deputado Jean Wyllys (PSol-RJ), que convida os líderes do MBL e o Revoltados Online, argumenta que esses grupos disseminam a incitação ao ódio e ao preconceito, "além de produzirem e compartilharem diversos conteúdos virtuais potencialmente difamatórios, injuriosos e caluniosos”.

Para ele, é preciso que a comissão "investigue as práticas de tais grupos, visto que suas ações se dão pelos meios cibernéticos e contam com milhares de seguidores no país”.

Ainda não há data prevista para essas audiências.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: