ENTRETENIMENTO
31/08/2015 13:11 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

'Que Horas Ela Volta?': Cláudio Assis chama Regina Casé de 'gorda' em debate

Divulgação

O cineasta Cláudio Assis chamou a protagonista de Que Horas Ela Volta?, Regina Casé, de "gorda" e o maquiador de "bichona" em debate sobre o filme dirigido por Anna Muylaert, ocorrido no Cinema da Fundação, Recife (PE), no sábado (29).

O cineasta Lírio Ferreira, também presente no debate com Assis, com a diretora e com o curador Luiz Joaquim, gritou durante a conversa e impediu pessoas de fazerem perguntas.

O cineasta e crítico Felipe André Silva também testemunhou Assis impedir Muylaert de se sentar em uma cadeira no palco.

O Jornal do Comércio apurou que ambos estavam bêbados. A plateia ficou indignada.

Após reações do público durante o debate, ambos se acalmaram.

Thales Junqueira, diretor de arte em Que Horas Ela Volta?, comentou o ocorrido no Facebook:

Quero que o debate do Que horas ela volta? realizado ontem no Cinema do Museu seja postado na íntegra. As pessoas...

Posted by Thales Junqueira on Sunday, August 30, 2015

A jornalista Carol Almeida, também presente no evento, postou:

Precisamos falar sobre Perversidade. E sobre como precisamos reconhecê-la, nos defender dela e apontar para outros...

Posted by Carol Almeida on Sunday, August 30, 2015

Em entrevista ao Jornal do Comércio, Muylaert ressaltou que a atitude dos dois cineastas aprofundou a discussão sobre machismo e preconceito:

"Eles estavam bastante alcoolizados. Agiram de maneira intantil e boba, numa atitude de egolatria comum aos homens. Quando viram uma mulher em evidência, precisaram atrapalhar o momento. O machismo é um tema levantado recorrentemente em todos os lugares que frequento. Em países da Europa, em várias cidades do Brasil que tenho visitado, o assunto sempre vem à tona. As mulheres não aguentam mais. Estamos todas por um fio."

Em nota, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), responsável pelo cinema, lamentou o comportamento de Assis e Ferreira e informou que não realizará eventos com ambos por um ano.

"Em respeito ao público e prezando pela promoção da Educação e da Cultura, de forma democrática, a Fundaj reafirma seu compromisso com a qualidade e o respeito aos seus diversos públicos", anunciou.

Cláudio Assis é conhecido por dirigir Febre do Rato (2011), Baixio das Bestas (2006) e Amarelo Manga (2004). Lírio Ferreira é diretor de Sangue Azul (2014) e Árido Movie (2005).

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: